3 personalidades da área contábil para se inspirar

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

personalidades da área contábil

O universo da contabilidade foi construído por grandes nomes que, ao longo de suas vidas e dedicação ao trabalho, foram responsáveis por grandes mudanças e avanços no estudo dessa ciência tão presente em nosso dia a dia — seja aplicada no controle de nossas finanças e gastos pessoais ou na indispensável organização financeira de uma sociedade empresarial.

Essas personalidades da área de contabilidade, por assim dizer, trazem lições valiosas de suas histórias, que servem de inspiração para os profissionais da área que pretendem aprimorar sua prática e se tornar referência naquilo que fazem. Conheça um pouco mais sobre estas personalidades:

João de Lyra Tavares

O brasileiro responsável pela criação do Dia do Contador, que é comemorado todos os anos no dia 22 de setembro, tem em seu currículo muito mais do que o exercício da contabilidade. Autor de livros técnicos e didáticos, economista, historiador e político, João de Lyra devotou sua vida em prol da consolidação das ciências contábeis no Brasil, tendo sido responsável pelo estudo e reestruturação da Contabilidade do Tesouro Nacional no ano de 1914.

Considerado Patrono da Contabilidade Brasileira, Lyra serviu de exemplo para muitos de seus contemporâneos e, em razão de sua seriedade e compromisso para com o exercício da contabilidade no Brasil, foi eternizado na Medalha de Mérito Contábil João Lyra, atualmente conferida ao profissional da área que tenha construído uma carreira sólida, tenha no mínimo 20 anos de atuação ou que tenha escrito uma obra sobre o tema que agregue um valor considerável para o meio acadêmico e profissional.

Ray Groves

O então presidente e CEO da firma de contabilidade Ernst & Whinney, entre as décadas de 70 e 90, foi o responsável pelo considerável crescimento da firma — que, até então, tinha uma projeção apenas em território nacional — e pelo sucesso em se unir à prestigiosa firma de Arthur Young, dando origem a uma das principais Big Four da atualidade, a Ernst & Young. A fusão ocorreu no final da década de 80 de forma natural, uma vez que os trabalhos desempenhados por ambas se complementavam e se fortaleciam mutuamente.

O know how de Ray Groves, junto a seu parceiro de negócios William Gladstone, e a vontade de liderar o mercado de serviços contábeis e de auditoria em todo o mundo fizeram com que uma pequena firma de Nova Iorque se tornasse uma das maiores em seu ramo.

Antônio Lopes de Sá

O contador Antônio Lopes de Sá, original de Belo Horizonte, deu origem a uma das principais correntes científicas estudadas no ramo da contabilidade moderna, o neopatrimonialismo. Sua veia acadêmica fez com que Antônio Sá não se limitasse ao Brasil e difundisse sua ciência em países como Portugal, Argentina, Estados Unidos e Itália, onde escreveu e editou inúmeros livros.

Tamanha a sua importância para o meio contábil que Antônio Lopes de Sá já foi, inclusive, condecorado com a Medalha João Lyra, além de ter sido presidente por três mandatos da Academia Brasileira de Ciências Contábeis e membro honorário das Academias de Ciências Contábeis da Espanha, França e Estados Unidos.

Você conhece algum contador notável que gostaria de compartilhar conosco? Quais as lições mais valiosas que você já aprendeu a partir de suas histórias? Compartilhe conosco seus comentários.

O guia de bolso do contabilista de PMEs_ebook_banner_blog_01_2016

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn