4 dicas para escolher o nome da empresa

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

escolher o nome da empresa

Boas ideias, quando bem executadas, geralmente dão vida a negócios altamente lucrativos. Mas essas ideias raramente vêm acompanhadas de um nome!

É muito comum os empresários avançarem em seus projetos e se depararem com o desafio de escolher o nome da empresa que estão criando. O nome pode até começar a atrasar o projeto, pois dele serão criados logotipo, site e todo o material de comunicação.

Neste post, separamos algumas dicas que vão ajudar você a escolher as melhores opções de nome para a sua empresa. Confira:

Não atrase a empresa por causa do nome

No começo, não vale a pena atrasar a sua ideia só porque ela ainda não tem um nome. Comece pesquisando quem será seu cliente, definindo bem o seu modelo de negócio, seu posicionamento no mercado e, claro, realizando um bom benchmarking da concorrência.

Essa pesquisa ajudará você a entender melhor o lugar da sua empresa no mundo e no mercado, e isso vai fazer toda a diferença na hora de escolher como ela vai se chamar.

Considere as possibilidades de longo prazo

Conforme seu plano vai ficando mais claro, já será possível saber onde você gostaria de chegar com a sua empresa a longo prazo.

Se o seu objetivo é se especializar e ser referência em um determinado segmento nicho, pode ser bom incorporar essa ideia ao nome. Por exemplo: todos sabem qual é a especialidade da Casa do Pão de Queijo, certo?

Por outro lado, se você vislumbra a possibilidade de expandir seus negócios para áreas adjacentes, não restrinja demais o nome da sua empresa. Pense na dificuldade que seria convencer os clientes do Rei do iPhone que a empresa passou a trabalhar com smartphones Android!

Escolha um nome que faça sentido

Nomes muito abstratos ou palavras inventadas podem até funcionar em alguns segmentos, mas exigem muito recurso e publicidade para “grudar” na mente dos consumidores. Se esse não é o seu caso, opte por nomes curtos, fáceis de gravar, pronunciar e escrever.

Lembre-se que seus primeiros clientes vão falar de você para outras pessoas e, ao recomendar a empresa ou o site, é importante que a pessoa que ouve saiba digitar seu site ou procurar pela sua empresa no Google.

Pesquise se o nome escolhido está disponível

Ninguém quer investir em publicidade para divulgar outra empresa, mas é isso que acontece quando você utiliza um nome que já existe!

O Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) é o ponto de partida para pesquisar se a marca já existe. Caso ela esteja disponível, vale também procurar no Registro.br, órgão regulador dos domínios de sites brasileiros, se já existe um site .com.br com a sua marca. Faça também uma rápida pesquisa no Google para ver em que contexto o nome pode estar sendo usado.

Seguindo essas dicas, vai ficar mais fácil escolher o nome da empresa evitando os erros mais comuns. O mais importante, porém, é ser um nome com o qual você se identifique e que represente corretamente o negócio que você está começando.

Agora que você já sabe como escolher o nome da empresa, que tal descobrir como fazer o registro da sua marca?

BANNERs_blog_GENERICO735x123

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn