6 principais métricas para garantir a saúde financeira da sua empresa

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

saúde financeira das empresas

Métricas financeiras são importantes indicativos de quais áreas estão desempenhando bem ou precisam de ajustes, mostram como os recursos estão sendo usados e também os resultados desses esforços. Fazer essa análise de maneira constante é vital para garantir a saúde financeira de qualquer empresa. Por isso, separamos algumas métricas importantes que você deve acompanhar de perto para manter seu negócio no azul. Confira!

Retorno sobre investimento (ROI)

O ROI mede quanto você ganha em relação ao quanto gasta, ou seja, ajuda a determinar se os investimentos da companhia estão valendo a pena ou não. Como é uma métrica muito abrangente, o ROI pode ser usado tanto em áreas específicas como, por exemplo, para avaliar a quantia dedicada ao marketing, quanto para avaliar o negócio de forma geral.

Custo de aquisição por cliente (CAC)

O CAC mensura quanto a sua empresa está gastando para conquistar cada cliente. Essa informação é valiosa, pois ajuda a estabelecer se o processo de aquisição atual é suficiente para manter a operação saudável ou se há risco de prejuízo no futuro. Um CAC muito alto significa que o valor ganho com cada cliente não compensa o investimento feito para atraí-lo e que são necessários ajustes, quer no processo de marketing, vendas ou ambos para diminuir esses custos e evitar dificuldades à frente.

Crescimento real de receita

Avaliar corretamente o crescimento da receita pode ser um pouco complicado, tendo em vista que leva em conta fatores como as mudanças da margem de lucro, das despesas, etc. Quando analisado corretamente, porém, fornece uma visão precisa de quanto a companhia realmente está crescendo com o passar do tempo, além de oferecer uma estimativa segura de crescimento para o futuro.

Receita por empregado

Essa métrica define a produtividade de cada colaborador e mostra quanto cada um está rendendo à empresa em relação ao investimento feito nele. Isso pode indicar se há problemas no treinamento do pessoal ou se algum empregado está com dificuldade para se adaptar a certo aspecto do trabalho. Também é possível criar mecanismos que evitem os mesmos impasses no futuro.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é a forma de controlar o que entra e sai da empresa em um determinado período. A partir de uma análise clara dos resultados apontados, é possível monitorar a saúde do negócio e tomar decisões importantes com segurança e embasamento. Mais ainda, permite ao empreendedor montar um planejamento de qualidade para o futuro.

Lucro

As empresas existem e operam em função do lucro. Sendo assim, ele é o termômetro da saúde financeira do negócio, já que evidencia se os seus esforços estão dando frutos ou não. Em muitos casos, os empreendedores estabelecem expectativas equivocadas e, por isso, não enxergam os resultados esperados. Assim, talvez seja necessário fazer uma revisão da margem de lucro ou do preço de venda para corrigir o curso das operações.

Essas são algumas das métricas mais importantes que você deve acompanhar para garantir a saúde financeira da sua empresa. Sem dúvida, ao seguir cada uma de perto e agir de acordo com os dados que elas apontam, você conseguirá evitar grandes problemas e manter o negócio saudável por muito tempo.

O que achou das métricas que listamos? Você tem acompanhado alguma diferente? Deixe um comentário e compartilhe sua opinião!

SageStart_oferta_preco_Financeiro_735_123px

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn