Como escolher o nome de uma startup

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Não importa se o nome da sua empresa vai chegar em um estalo ou se a inspiração virá após um longo exercício de branding: é importante que você faça as coisas do jeito certo. Como escolher o nome de uma startup é um desafio. Você quer um nome que seja memorável, que capture o interesse das pessoas e que diga a elas algo essencial sobre a forma como o seu negócio se diferencia dos demais.

Infelizmente, algumas startups escolhem nomes que não funcionam muito bem como deveriam. O nome da empresa pode às vezes ser pouco original, confuso ou difícil de ser lembrado, causando definitivamente uma impressão errada quando você está fazendo seu pitch com algum investidor em potencial.

Lembre-se, o nome da sua empresa não é apenas um nome: é a base da sua marca. Gaste um tempo com isso agora de forma que você não se arrependa da sua decisão uma vez que o seu negócio tenha sido lançado. O processo de rebranding é muito caro!

Aqui estão algumas dicas para ajudar você a escolher o nome perfeito para a sua startup:

Faça com que seja memorável

Comece pensando que impressão você quer que as pessoas tenham quando elas pensam sobre a sua marca. Pense sobre a visão da sua companhia como uma proposta de valor única.

Então, faça uma pesquisa junto aos seus competidores. Como eles estão posicionando as suas marcas com os nomes de empresa que eles escolheram?

O que define o seu negócio – um produto de nicho, um serviço ou um tipo de comprador? Existe uma imagem ou palavra que descreve o modo como a visão da sua companhia e o seu público-alvo interagem e que difira com que outras marcas fazem?

Não deixe de fazer um brainstorm

Agora, faça um brainstorm com uma lista de palavras que descrevam como você quer que as pessoas enxerguem a sua companhia. Aposte em algo curto e direto, como Nike, Lush ou Mint, por exemplo. Em apenas uma palavra essas companhias criaram uma associação com velocidade, luxo e dinheiro – um elemento importante de cada uma dessas marcas representa.

Considere como você pode demonstrar o que difere a sua companhia dos demais competidores. Não escolha inicialmente um nome que simplesmente descreva genericamente o que você faz. Você vai acabar com alguma coisa genérica como “Cars 4 Sale” (“Carros à venda”, em tradução direta, usando um trocadilho com as palavras “for” e “four”), que não diz absolutamente nada para os seus consumidores sobre quem você é.

É claro que existe a possibilidade de nomes autodescritivos darem certo, como Facebook, por exemplo, mas nomes assim disponíveis são raras exceções.

O que não fazer?

Evite acrônimos ou formas complicadas de soletrar que tornem difícil para as pessoas escreverem o seu nome na internet. Não se preocupe com relação à disponibilidade do domínio. Todo mundo quer um óbvio.com, mas um domínio temporário é suficiente se você está começando.

Além disso, se você tem metas ousadas de sair do país, não deixe de conferir se o significado dos nomes possue outro teor no estrangeiro. Não raro nomes que parecem incríveis globalmente podem enfrentar problemas severos.

Hora da escolha

Em posso dos principais candidatos, faça uma lista ordenada com cinco ou seis possíveis nomes baseada no feedback que você obteve de outras pessoas e em quais das ideias você acha mais atraentes. Escolha aquela que tenha maior potencial para dar início à construção de uma marca memorável.

Pode levar tempo até que você consiga encontrar o nome perfeito para a sua empresa, mas siga essas dicas e você estará no caminho certo para encontrar um nome que represente verdadeiramente seu negócio.

Vale ressaltar também a importância de registrar o seu nome no INPI para garantir a posse da marca na atividade correspondente e também em adquirir os domínios com grafia semelhante ou parecida na internet para não sofrer problemas futuros.

LEIA MAIS:

Software de gest„o empresarial

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn