Como sair do vermelho? Veja 5 dicas que vão salvar sua microempresa

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

como sair do vermelho

As microempresas são maioria na economia brasileira. Porém, em tempos de crise e instabilidade econômica, elas são também as organizações mais vulneráveis. Por isso, precisam adotar estratégias diferenciadas, que lhes indiquem como sair do vermelho, superando os entraves e permanecendo fortes e competitivas no mercado.

Ao primeiro sinal de crise, muitas corporações acabam demitindo boa parte dos seus trabalhadores. Mas quando se trabalha em uma microempresa, que conta com poucos funcionários (ou, em muitos casos, cuja equipe é formada pelo próprio empreendedor e sua família), é preciso adotar outras medidas para superar as dificuldades sem fechar as portas.

+ E-BOOK GRATUITO: Como a gestão financeira pode ajudar o seu negócio

Neste post, daremos 5 dicas para ajudar a sua microempresa a sair do vermelho e salvar as suas finanças. Continue lendo!

Avalie as possíveis causas

É certo que situações de turbulência econômica, como crises financeiras ou recessões, acabam impactando de maneira grave no desempenho das empresas no mercado, principalmente as menores.

Entretanto, nenhum problema tem apenas uma causa. Para superar as dificuldades, o empreendedor terá que avaliar quais os outros motivos que o levaram à situação deficitária. Identificando as causas do problema, ficará mais fácil direcionar as ações corretas para superá-lo.

Corte gastos supérfluos

Quando as contas estão no azul, é tentador para muitos empreendedores assumir obrigações financeiras de menor relevância para o negócio. Mas, quando a crise se aproxima, uma boa maneira de se fortalecer para enfrentar a baixa nas vendas é cortando gastos desnecessários ou supérfluos. Assim, o dinheiro que sobrar poderá ser direcionado para despesas mais importantes.

+ LEIA TAMBÉM: Como aumentar as vendas durante a crise?

Separe o patrimônio pessoal do patrimônio da empresa

Um erro corriqueiro entre os pequenos empresários é misturar os recursos pessoais com o patrimônio da empresa. Essa atitude é bastante prejudicial para o controle financeiro do empreendimento, pois torna nebulosa uma série de transações e gastos, dificultando as auditorias e o controle do fluxo de caixa.

Para ter uma noção exata do panorama da sua empresa e os desafios que terá de enfrentar, o ideal é separar as contas pessoais das organizacionais e utilizar o capital do seu negócio para investir nas áreas mais carentes.

Negocie com fornecedores

O lado bom de uma crise a nível de economia nacional (se é que existe algum) é que ela não afeta somente um ou alguns setores da cadeia econômica, mas todos. Por isso, se a sua empresa está passando por dificuldades comerciais, os seus fornecedores provavelmente estarão também.

Com isso, eles estarão mais sensíveis aos seus apelos e poderão conceder um aumento dos prazos para quitação das dívidas ou condições mais acessíveis de compra. Assim, antes de optar por tomar empréstimos bancários, é melhor tentar negociar com seus fornecedores e conseguir alguns benefícios.

Não descuide da qualidade

Essa dica é muito importante não somente para superar as dificuldades financeiras, mas, sobretudo, para assegurar a boa reputação e a fidelização dos clientes. Uma conduta muito comum de alguns empresários é reduzir a qualidade dos insumos utilizados nos seus produtos para tentar manter os preços praticados e não perder vendas.

Contudo, essa alternativa não deve ser cogitada, tendo em vista que os clientes irão notar o decréscimo de qualidade. Isso irá prejudicar a aceitabilidade do produto e o nome da empresa no mercado, e acabará tendo o efeito contrário.

Portanto, para conseguir tirar a sua empresa do vermelho, a solução é ser comedido nos gastos e ativo em iniciativas como a renegociação de dívidas, o controle dos fluxos de caixa e, principalmente, a qualidade dos produtos comercializados. Assim, quando a tempestade passar, a sua empresa colherá os frutos do esforço realizado.

Gostou do nosso artigo sobre como ajudar a sua microempresa a sair do vermelho? Então veja os 4 erros graves que você deve evitar para ter um fluxo de caixa projetado!

SageStart_oferta_preco_Financeiro_735_123px

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn