Home Office: cuidados e dicas

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Home Office

Imagine poder trabalhar de casa sem precisar enfrentar aquele trânsito cada vez mais complicado das grandes cidades e ainda com tempo para assistir à TV na hora do almoço ou dar uma volta no jardim entre uma tarefa e outra? Graças ao avanço da internet e aos novos modelos de trabalho de algumas empresas, esse conhecido sistema chamado home office já virou realidade para muita gente. No entanto, apesar de tentador e repleto de vantagens, o home office requer alguns cuidados e um bom planejamento para que realmente funcione e não se torne um pesadelo. Confira alguns deles a seguir:

Como o modelo de home office pode ajudar a sua empresa

Quando falamos de home office, a princípio pensamos em vários benefícios ligados ao trabalhador. No entanto, as empresas também podem lucrar com esse modelo de trabalho em pelo menos dois pontos principais:

O trabalho em casa traz economias para a empresa

Em um caso observado pela Universidade de Harvard, uma empresa de call center disse que chegou a economizar até 1.900 dólares a cada 9 meses com cada funcionário que trabalhava no modelo de home office. E esse é apenas um dos exemplos que podemos encontrar por aí.

Com menos gastos com material de escritório, internet, materiais de limpeza e outros itens, fica fácil entender por que tantas empresas têm optado por liberar alguns funcionários para o trabalho de casa.

Trabalhando de casa, os funcionários não ficam presos no trânsito

De acordo com um estudo do IPEA, o brasileiro gasta em média 40 minutos para ir de casa ao trabalho — ou seja, 80 minutos no dia para ida e volta —, tempo esse que pode dobrar dependendo do número de viagens que ele tem que fazer e com qual meio de transporte (pegar mais de um ônibus ou mais de uma condução, como ônibus e metrô). De olho nisso, muitas empresas têm adotado o modelo de home office em busca de reduzir o tempo gasto pelos seus funcionários no trânsito, fazendo com que o trabalho comece e termine justamente no horário planejado, além de reduzir os níveis de estresse do colaborador e proporcionar mais qualidade de vida.

Quais tipos de profissionais podem aproveitar melhor o trabalho em casa?

Mesmo que seja um sonho, a verdade é que o home office não é um modelo que funciona para todo o tipo de trabalhador — seria improvável que um garçom ou um caixa de banco conseguisse realizar suas tarefas de casa. Por isso, o trabalho remoto é mais indicado para alguns tipos de profissionais, como:

  • Jornalistas;
  • Designers;
  • Arquitetos;
  • Advogados;
  • Contadores;
  • Agentes de viagem;
  • Tradutores;
  • Microempresários;
  • Programadores.

Além disso, também vale lembrar que trabalhar de casa requer maturidade e um prévio conhecimento do mercado de cada profissão, por isso é importante que a pessoa que queira adotar esse modelo para si tenha bastante responsabilidade com prazos e, de preferência, alguma experiência com o trabalho convencional.

As regras do bom Home Office

Não se esqueça de trocar de roupa antes de começar a realizar suas tarefas: prepare-se para começar o dia da mesma forma como faria se fosse para a empresa. Se você dividir a casa com outras pessoas ou com a família, encontre um local sossegado para realizar suas funções e tenha neste ambiente tudo o que precisa para o exercício da sua atividade, além de evitar distrações no espaço.

Não se esqueça de se alimentar bem: trabalhar em casa pode te fazer pular algumas refeições ou até deixá-las para muito tarde. Aproveite também e crie horários para começar e terminar as tarefas. Algumas empresas têm horários mais flexíveis, deixando por conta do funcionário apenas a entrega das demandas, o que não quer dizer que seja interessante virar todas as madrugadas da semana trabalhando. O ideal é criar uma rotina de trabalho e conseguir se organizar dentro dela, cuidando para separar a vida pessoal da profissional com qualidade.

Por fim, não se esqueça de que existem vários aplicativos que podem te ajudar a render melhor no trabalho remoto, como o Trello (para administração de tarefas), o Dropbox (para compartilhamento de arquivos) e o Toggl (para contagem de tempo gasto em cada tarefa).

Como você pode perceber, sim, é possível trabalhar de casa e ainda ser mais produtivo do que seria no escritório, basta apenas ficar de olho em algumas das dicas que demos por aqui. E como o Home Office vem se mostrando uma tendência global, nada melhor do que começar a testá-la desde já, não é mesmo?

Gostou do nosso artigo? Ficou com vontade de adotar o modelo de Home Office? Conte pra gente o que acha desse sistema e se já o testou em sua empresa!

banner - 600x100

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn