Entenda a importância da formação de preços na sua empresa

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

formação de preços

Há muitas variáveis que fazem a diferença para o sucesso de uma empresa e uma delas é a formação de preços. Definir bem quanto cobrar pelos produtos ou serviços é muito importante para o crescimento do negócio, e os responsáveis por isso têm que considerar certos detalhes. Vamos falar um pouco sobre a importância de fazer isso de forma adequada e como evitar algumas armadilhas nesse sentido:

A formação de preços é vital nos anos iniciais

É claro que esse fator é importante em qualquer fase do negócio, mas especialmente nos anos iniciais, a estratégia correta de preços desempenha um papel fundamental na sua sobrevivência. Essa atenção especial se dá por dois motivos principais: a necessidade de cobrir gastos diários e fidelizar a clientela com valores competitivos.

Quando o empreendimento está no início tem menos recursos a desperdiçar e cada chance perdida pode ser a última. Além disso, o preço é um dos indicadores imediatos que um cliente usa para avaliar suas opções, e qualquer valor considerado fora do normal pode acender a luz de emergência para ele.

Dessa forma, possuir uma estratégia bem colocada desde o início é um grande passo para atrair clientes e permite que a empresa entregue resultados satisfatórios sem correr o risco de entrar em dívidas ou baixar a qualidade do serviço.

Os perigos da má formação de preços

Em contrapartida, a má formação de preços representa um grande perigo para o empreendimento, pois prejudica a saúde do negócio. Afinal, se a precificação estiver errada será necessário compensar de alguma forma, o que certamente vai prejudicar os lucros.

Se o preço é baixo demais, você provavelmente terá que tirar dos seus lucros para compensar gastos operacionais e outros custos. Se for muito alto, pode afastar os clientes, prejudicando o crescimento da empresa a médio e longo prazo.

O valor cobrado também afeta a maneira como o público vê a empresa. Quando são justos, cria-se uma imagem de integridade, confiança e credibilidade que atrai as pessoas. Por outro lado, quando estão desequilibrados, a ideia é de que a companhia não é confiável, não entende da indústria ou tenta explorar seus consumidores.

Como decidir os preços

Inicialmente, essa resolução envolve saber que não se trata exatamente de quanto o produto ou serviço custa, mas se a quantia é condizente com a expectativa do cliente.

Segundo o “Pricing”, um importante princípio de marketing que ajuda a escolher preços adequados, há 3 maneiras de precificar um produto ou serviço:

  1. por concorrência, onde se atribui um custo dentro da média aplicada pelo mercado;
  2. por margem, quando ele é decidido com base nas despesas envolvidas na fabricação e implantação do produto;
  3. por demanda, em que o vendedor se baseia na procura ou valor que o produto tem para os clientes.

Cada escolha tem suas particularidades, que devem ser observadas com calma ao decidir quanto cobrar. Também é importante pensar a longo prazo nas implicações de cada estratégia para o futuro, tendo em vista que os preços não são algo fixo, mas mudam com o tempo.

Em resumo, vimos como a formação de preços é importante para qualquer negócio, especialmente em seus estágios iniciais, além dos perigos que a estratégia errada pode gerar, tanto para os lucros quanto para a imagem da marca. Sem dúvida, com as dicas que apresentamos, você poderá evitar esses perigos, fazer muito sucesso e se manter sempre competitivo.

Como você define os preços na sua empresa? Tem dificuldade com algo que citamos no post? Deixe um comentário!

BANNERs_blog_GENERICO735x123

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn