Marketplace: o que é e como escolher

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O que é marketplace e como escolher

As compras online já fazem parte da vida de grande parte das pessoas e a tendência é que esse mercado continue crescendo muito nos próximos anos. Os clientes se renderam às facilidades do universo virtual, que une praticidade, bons preços e cada vez mais segurança em suas transações.

Dentro dessa realidade, começar um e-commerce é uma tremenda oportunidade para quem quer empreender e obter bons lucros. No entanto, é preciso saber que existem diversas maneiras distintas de fazer isso. E, definitivamente, a mais fácil e econômica é através do Marketplace. Mas você sabe o que é isso?

Neste artigo, vamos falar justamente das vantagens do Marketplace e ajudá-lo a compreender melhor esse conceito e as melhores formas de aplicá-lo. Confira!

O que é um Marketplace?

Marketplace é uma plataforma virtual onde produtos e serviços são comercializados. A palavra tem origem na língua inglesa e é uma junção dos termos market, que significa “mercado”, e place, que quer dizer “lugar”. Em suma, é um site que permite que diversos vendedores possam apresentar as suas ofertas.

Em geral, eles são focados em nichos e segmentos específicos, variando apenas nos modelos comerciais (valor fixo por anúncio, pagamentos por cliques ou comissão sobre vendas, entre outros).

Principais vantagens

Entrar em um Marketplace pode ser muito vantajoso para quem está começando a vender online. É uma forma econômica de entrar no mercado virtual e de destacar seu conteúdo nos sites de busca, pois o Marketplace invariavelmente terá melhor posicionamento frente aos sites mais genéricos.

Também faz com que você não precise investir de cara na abertura da sua própria loja virtual. Isso demandaria uma equipe de especialistas, contratos com empresas prestadoras de serviço, um plano de negócios bem definido e marketing voltado exclusivamente para seu site. O Marketplace, por sua vez, permite que sua marca vá encontrando seu espaço no mercado e que você vá adquirindo experiência, ao mesmo tempo em que será possível utilizar a relevância do Marketplace para comercializar seus produtos ou serviços.

O pacote de mídia já está pronto e será como estar em um shopping center virtual, com fluxo de visitantes contínuo e um cenário propício para aprender como as operações online e seu universo funcionam antes de montar seu próprio negócio virtual.

Como escolher um Marketplace?

O cuidado para escolher um Marketplace para vender seus serviços ou produtos deve ser o mesmo que um comerciante tradicional tem na hora de escolher uma loja física. O objetivo do negócio deve ser o primeiro quesito a ser levado em consideração, pois você precisa se inserir em um site que saiba comercializar com qualidade o que você tem a oferecer. O menor custo também é relevante, pois isso vai ajudar a gerar a maior margem de lucro possível, mas é indispensável que você pense nas vantagens e na relevância que o Marketplace vai agregar ao seu empreendimento.

Analise também quais são as ferramentas e recursos que a plataforma oferece sem custos adicionais e quais são as funcionalidades de venda e segurança das operações que o site traz em suas vendas.

A soma desses fatores levará a uma escolha consciente, que poderá colocar o seu negócio à frente da concorrência mesmo que você esteja apenas começando no universo virtual. Com um excelente custo-benefício, o Marketplace pode ser exatamente o que faltava para sua marca estourar e você conseguir uma presença mais robusta no mercado.

Cases de sucesso

Um Marketplace pode reunir vários lojistas de um mesmo segmento, como é o caso do Elo7, que reúne milhares de lojas de artesanato em um só site. Podemos citar também o caso do Shop2gether, Marketplace de moda.

O Marketplace pode reunir também lojas de vários segmentos, mantendo ainda mais a essência do conceito de shopping virtual. Destaque para a Rakuten nesse modelo, que, além de ser uma plataforma de e-commerce para desenvolvimento de lojas virtuais, oferece a possibilidade de hospedar uma loja dentro do seu shopping virtual, “aproveitando” da sua marca sólida no mercado para vender ainda mais online.

O Marketplace tem se mostrado um modelo tão interessante para empreender que os grandes players do mercado têm migrado o seu negócio para esse formato, como é o caso do Extra, que agregou várias marcas à sua oferta online. O Submarino também entrou na onda, saindo da venda tradicional de livros, DVDs e games e passando a oferecer um mix de produtos totalmente variado, com lojas de móveis, roupas, entre outros.

Ficou com alguma dúvida? Gostou do conteúdo? Deixe a sua opinião nos comentários!

banner - 600x100

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn