Qual a diferença entre contador e técnico contábil?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

 

contador-tecnico-contabil

A maioria dos profissionais de contabilidade que atua no mercado atualmente possui formações distintas — uma acadêmica e outra técnica —, o que gera uma certa confusão sobre as atribuições de cada e o limite para o desenvolvimento da carreira do contador no exercício de sua atividade nos departamentos contábeis ou escritórios de contabilidade.

O contador e técnico contábil são profissionais que compartilham atividades em seu ambiente, mas cujas formações distintas podem apresentar algumas limitações à sua área de atuação. Confira as diferenças entre eles!

Qual é a formação do contador e técnico contábil?

O contador é aquele profissional que possui um diploma de ensino superior em Ciências Contábeis — título de bacharel —, além de ter sido aprovado no exame de suficiência do Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Por outro lado, o técnico em contabilidade é aquele profissional que possui um curso técnico na área — geralmente um curso profissionalizante e que não é considerado curso superior — e que, ainda que também tenha sido aprovado no CRC, sua atuação resta um tanto limitada em razão de sua formação.

É importante destacar que os técnicos em contabilidade registrados perante o CRC até o dia 1 de junho de 2015 são autorizados a exercer a profissão regularmente, mas o registro desses profissionais a partir desta data foi extinto em razão de uma preocupação dos órgãos públicos com a qualidade do ensino técnico e a formação correta dos profissionais que estão prestes a entrar no mercado de trabalho. Sendo assim, a partir de 1 de junho de 2015, apenas bacharéis em Ciências Contábeis podem obter o registro do CRC.

Atividades desempenhadas pelos profissionais da contabilidade

O mercado de trabalho na área de contábeis tem se demonstrado bastante promissor nos últimos tempos, pois notou-se uma necessidade imediata de contratar profissionais qualificados para cuidar das demonstrações financeiras, controles contábeis e demais aspectos da vida econômica das empresas que impactam diretamente nos seus resultados e planejamento tributário.

Não há diferenciação prática sobre onde o contador e técnico contábil pode trabalhar. Ambos podem atuar em escritórios, como autônomos, em bancos, instituições públicas, estabelecimentos de ensino e até mesmo departamentos de contabilidade de empresas privadas. A carreira do contador é bastante ampla e oferece inúmeras oportunidades para que o profissional se desenvolva e cresça de forma satisfatória.

Ainda que o técnico contábil possua todas as prerrogativas próprias do contador, há algumas limitações para sua atuação, conforme estabelecido pelo artigo 25, alínea c do Decreto-Lei 9.295/1946, que estabelece que o técnico contábil não pode prestar serviços de auditoria, perícia e revisão de Balanços.

O que o profissional pode fazer para aprimorar sua prática

É importante ter em mente que um profissional de sucesso deve sair da sua zona de conforto para crescer e se destacar. Portanto, o técnico contábil que deseja aprimorar os seus conhecimentos e adquirir uma perspectiva mais teórica sobre a sua profissão, absorvendo novos conhecimentos para melhorar a sua prática, pode começar um curso superior de Ciências Contábeis, que explora determinados assuntos de forma mais ampla e aprofundada.

Já o contador, bacharel em Ciências Contábeis, deve sempre buscar cursos de atualização, pós-graduação e até mesmo títulos de pós-graduação, como Mestrado e Doutorado — podendo até se tornar referência naquilo que faz.

Qualificação independente da formação

Para se destacar no mercado de trabalho hoje em dia, é indispensável que todo e qualquer profissional — independente da sua formação — esteja preparado para desempenhar tarefas complexas e assumir responsabilidades que extrapolam suas atividades rotineiras. Isso porque o mercado busca profissionais que tenham a mente aberta, sejam proativos e consigam antecipar soluções aos problemas do dia a dia com comprometimento e profissionalismo.

Além disso, um bom profissional está atento às tendências modernas de mercado, melhores práticas de seu ramo de atuação e também às questões tecnológicas. Atualmente, todo escritório de contabilidade ou departamento contábil conta com um sistema de gestão e o domínio desses softwares é um grande diferencial no desempenho do profissional.

 

Você é contador ou técnico contábil? O que acha da nova adequação da lei? Compartilhe suas opiniões com a gente!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Um pensamento sobre “Qual a diferença entre contador e técnico contábil?

  1. Pingback: Qual a diferença entre contador e técnico contábil? - Jornal Contábil - 100% Contabilidade