5 coisas que você deve fazer para encorajar a participação dos colaboradores

Saiba como trazer os seus funcionários para as decisões do dia a dia criando uma cultura mais participativa na sua empresa.

Em uma empresa, há funcionários que vestem a camisa sem pensar duas vezes e há aqueles que fazem apenas o necessário. Pensar em maneiras de como encorajar a participação dos colaboradores é um desejo constante de gestores e profissionais de recursos humanos, mas nem sempre os métodos escolhidos são os mais adequados.

Ao invés de ficar obcecado por resultados nesse sentido, a melhor maneira de trazer os empregados para mais perto de você é criando oportunidades para que os colaboradores tirem as suas dúvidas ou façam comentários. Uma cultura participativa, naturalmente, começará a partir da abertura dada pelos gestores para que o diálogo seja sempre proativo.

Mas como transformar uma cultura empresarial da noite para o dia? Não há milagres, mas há dicas que podem ser seguidas para trazer bons resultados para o seu negócio:

1. Descubra por que os seus colaboradores não participam

Essa é a primeira coisa que você precisa fazer antes de tomar qualquer decisão. Por qual motivo será que as pessoas não estão participando tanto quanto você acha que deveriam? As razões para isso variam bastante e somente uma pesquisa dirá os reais motivos. Dessa forma, compreender quais são essas barreiras ajuda o gestor a pensar em como quebrá-las.

Superiores pouco acostumados a ouvir críticas, alta rotatividade de funcionários, histórico de relatos de problemas que não foram solucionados, falta de um plano de carreira claro e decisões tomadas sem consulta ou informação aos colegas de trabalho são algumas das possibilidades. Identifique o problema para depois agir sobre ele.

2. Seja mais objetivo nas apresentações

Outro problema recorrente que desestimula a participação dos colaboradores é a falta de objetividade nas comunicações. Há gestores que, ao fazerem um comunicado, falam sobre três ou quatro problemas simultaneamente, muitas vezes trazendo informações desconhecidas e complexas que levam um tempo até serem processadas por todos.

Quanto maior for o número de tópicos, menor é a participação. Isso porque quando o foco não está em lugar nenhum, as pessoas têm a tendência de se perder em meio às informações. Lembre-se sempre que a comunicação tem um papel fundamental para facilitar o que quer que seja. Portanto, como um líder, seja claro e objetivo no que você tem a dizer e certamente você terá a atenção dos seus colaboradores.

3. Abra sessões de perguntas e respostas

Boa parte das grandes empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos, adotam um mecanismo chamado “Q&A”, sigla para “Questions & Answers”. Uma vez por semana, o principal executivo da empresa ou representantes de outros setores importantes, sentam-se diante dos funcionários para responder perguntas – sobre qualquer tema.

Essa pode ser uma oportunidade para que as pessoas perguntem diretamente a um executivo o que de fato está acontecendo, quais são os rumos do negócio e por que certas decisões foram tomadas. Não deve haver tabus. Todas as perguntas devem ser encorajadas e respondidas, se não com dados precisos e confidenciais, mas com bons argumentos que não coloquem quem fez a questão em uma situação de possível constrangimento.

4. Você não tem todas as respostas: ouça mais e fale menos

Quando um líder parece ter respostas para tudo, aqueles que estão à sua volta param de dar sugestões. Embora pessoas inspiradoras tenham muito conhecimento para ser compartilhado, isso não significa que elas estão sempre certas e que funcionários de hierarquias mais baixas não tenham absolutamente nada para acrescentar. Aliás, muito pelo contrário.

Conhecer cada setor de uma empresa significa ouvir das pessoas que fazem o dia a dia quais são as verdadeiras dificuldades. Elas podem ter ótimas sugestões para resolver problemas, muitas vezes vistos de uma ótica completamente diferente. No entanto, elas precisam ter confiança para dizer para você aquilo que pensam. Sendo assim, não se esqueça: fale menos e ouça mais, sempre.

5. Peça opiniões

Outra maneira de estimular a participação dos colaboradores na empresa é por meio de enquetes. Muitas vezes, temas simples sobre os quais a decisão dos gestores se baseia em uma hipótese poderiam se mais assertivos se a opinião dos funcionários fosse colhida diretamente. Você quer dar a todos um presente de Natal, mas não sabe ao certo se eles preferem um panetone ou um vinho? Pergunte!

Em muitas ocasiões temos a oportunidade de deixar de supor o que é melhor. Muitos gestores acreditam que bonificações salariais são a melhor maneira de motivar os funcionários, mas há vários exemplos em grandes empresas em que a constatação final é de que a possibilidade de ter um dia extra de folga pode agradar muito mais. Você só vai saber se está fazendo a coisa certa se perguntar.

LEIA MAIS:

banner-sage-business

Comentários
Compartilhe: