Como manter uma cultura de startup enquanto seu negócio cresce

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

É uma ocorrência comum entre as empresas que crescem rapidamente que, uma vez que elas se tornam mais estáveis, comecem a perder de vista os valores que tinham quando elas eram uma startup. Em muitos casos, políticas, procedimentos e declarações de valor obsoletas da empresa acabam substituindo os valores que ajudaram a tornar o negócio um sucesso anteriormente. Ou seja, você acaba tendo que aprender como manter uma cultura de startup na medida em que escala.

Neste artigo, vamos explorar algumas das maneiras pelas quais você pode ajudar a manter ou recriar uma mentalidade de startup nos seus negócios que estejam em fase de crescimento.

Foque na cultura empresarial que existe entre os seus funcionários

Uma maneira perspicaz de analisar a cultura de uma empresa é considerá-la como se ela fosse um iceberg. Os 10% acima da água incluem itens como sua visão, declaração de valores, políticas e procedimentos. Já a sua cultura real – como as pessoas se comportam e tratam as outras e o que é tolerado e desencorajado – são os outros 90% que ficam abaixo do nível da água.

Muitos líderes investem pesado em declarações sofisticadas de visão, em políticas compreensíveis e em procedimentos que tentam criar uma cultura na empresa “de baixo para cima”. Entretanto, em muitos casos eles ignoram a cultura que existe abaixo da linha da água.

Contrate para o futuro

Certifique-se de que está contratando pessoas com atributos e valores vitais para o sucesso futuro do seu negócio. Essas pessoas podem não ter as habilidades mais avançadas do mercado, mas podem compensar essa falta com ambição, motivação e potencial.

A Proposição de Valor aos Empregados é uma ferramenta importante para atrair esse tipo de talento, especialmente para pequenas empresas que não têm as mesmas condições do que as concorrentes maiores.

Pense sobre o que você pode oferecer que os outros não podem. É a metodologia avançada que as companhias estabelecidas não estão dispostas a arriscar? Ou, talvez, mais flexibilidade, particularmente no que diz respeito a benefícios como férias e licenças-maternidade?

Mantenha as políticas da sua empresa simples

Embora elas não pareçam ser uma parte natural das startups, as políticas são ferramentas muito eficazes para orientar o comportamento dos funcionários. Muitas empresas em crescimento vão investir muito tempo criando políticas prescritivas e restritivas, mas à medida que a empresa muda essas regras se tornam desatualizadas.

Manter suas políticas e procedimentos simples não apenas as torna memoráveis, como também as torna mais flexíveis e atrativas para as pessoas.

Defina as políticas para a maioria, não para as exceções

Ao elaborar a política da empresa, muitas companhias o fazem tendo as exceções em mente ao invés de considerar a maioria que incorpora os valores da empresa.

Se você recrutou de forma correta, tenha uma ótima cultura e os seus funcionários viverão de acordo com os valores da sua empresa. Você não vai precisar de políticas para dizer a eles o que eles devem fazer. Sempre haverá alguns que não vão se comportar da forma ideal, mas não são as suas políticas que vão resolver isso – elas não são um substituto para as boas práticas de gerenciamento.

Portanto, tente manter as suas políticas simples, trate as pessoas como adultos maduros e lide com as exceções de forma individual, baseado nas melhores práticas de gestão.

Texto original produzido por Jewel Hazelton para o blog Sage Advice

LEIA MAIS: 

banner-sage-business

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn