Como melhorar o supply chain e atingir o sucesso global

O sucesso de uma empresa está completamente ligado ao sucesso de suas supply chain. É o processo crucial que começa com as matérias-primas e termina com a entrega do produto final.

As supply chain (cadeias de suprimentos) podem variar em alcance e complexidade. Com um produto como o café, por exemplo, estão envolvidas etapas como cultivo, produção, processamento, transporte e distribuição. As empresas precisam entregar bens e serviços da forma mais eficiente possível para atender aos requisitos de clientes exigentes e suas necessidades de mudança na era digital.

Melhorias na cadeia de suprimentos podem representar muita economia de dinheiro. Por exemplo, a fabricante aérea Boeing recentemente chegou a um acordo com a Mitsubishi Heavy para reduzir o custo de produção de asas para o 787 Dreamliner “buscando aumentar a eficiência em seu sistema de produção e na sua cadeia de suprimentos por meio de métodos de produção enxuta, automação e outras atividades”. De acordo com uma pesquisa da Deloitte de 2014, 79% das companhias com cadeias de suprimento de alto desempenho alcançaram um crescimento de receita superior à média.

Fundamentalmente, as empresas competem por meio das capacidades de suas cadeias de suprimentos. Elas determinam como planejam, fornecem, fabricam e entregam bens. Elas também determinam o custo e a qualidade de um produto bem como a agilidade que ele tem para responder às necessidades do cliente e do mercado. Com o digital, o mercado global está ficando cada vez maior, o que significa que a concorrência está fazendo o mesmo. Em um relatório de 2016 da GT Nexus, 40% dos altos executivos de fabricação relataram que uma interrupção na cadeia de suprimentos impactou os seus negócios nos últimos 12 meses.

Mercado em constante mudança

Os líderes empresariais estão explorando maneiras de se manterem à frente da concorrência, mas também há chances de que eles sejam desafiados por um mercado que está mudando. Por exemplo:

  • Os consumidores estão mais experientes em termos digitais, o que significa que eles têm maiores expectativas no que diz respeito à disponibilidade de produtos e o tempo entre o pedido e a entrega
  • Um mercado global significa mais concorrência vinda do mundo todo
  • As regulações em muitas indústrias estão sendo aperfeiçoadas
  • Tecnologias como sensores e análise de dados estão aumentando a sua disponibilidade, permitindo que as empresas prevejam as demandas dos consumidores e distribuam os produtos de forma mais eficiente e eficaz

Gerenciamento bem-sucedido da cadeia de suprimentos

Para enfrentar essas questões, líderes empresariais e gerentes vão querer uma estratégia eficiente de gerenciamento da cadeia de suprimentos, que lhes permita controlar o fluxos de bens e serviços em toda a empresa.

Para ajudar, falamos com o Dr. Muddassir Ahmed, pesquisador do gerenciamento de cadeias de suprimentos que realizou pesquisas extensas sobre o tema. Ele acredita que existem quatro pilares fundamentais para um estratégia bem-sucedida de gerenciamento de uma cadeia de suprimentos, o que pode permitir às empresas se encarregar delas, acompanhar a demanda dos clientes e aumentar o lucro.

Pilar 1: Pessoas

Se você é um líder empresarial, você não deveria precisar de conhecimentos técnicos aprofundados para entender o que está acontecendo em cada nível e área da sua empresa. Para estar informado a tomar decisões e a pensar estrategicamente sobre a cadeia de suprimentos, você deveria contar com experts contratados para tarefas analíticas especializadas.

Muddassir diz: “Se você trabalha com um analista de negócios na estratégia de gerenciamento da sua cadeia de suprimentos, você fica livre para passar mais tempo definindo os papéis e as responsabilidades de cada um na companhia, mantendo os planos de desenvolvimento deles e tomando decisões embasadas que conduzam a um aumento nos lucros”.

Ação: distribua a responsabilidade! Tenha especialistas para ajudá-lo a tomar decisões embasadas em cada nível e área da sua empresa.

Pilar 2: Sistemas

Além das análises dos especialistas, as empresas precisam de tecnologia para planejar, prever e lidar com o inventário juntamente com as informações financeiras relacionadas à cadeia de suprimentos. Como um líder empresarial, você vai precisar avaliar qual software comercial é o mais adequado às suas necessidades.

Por exemplo, uma pequena companhia poderia estar inicialmente bem usando planilhas para lidar com informações contábeis, previsões e rastreio de inventário. Entretanto, à medida que ela crescer vai enfrentar desafios críticos no negócio – sem as ferramentas essenciais não estará apta para realizar as ações necessárias, como avaliar o estoque demandado ou prever um crescimento futuro.

A empresa de pesquisa de mercado Aberdeen Group diz: “Se você tem muito de um produto e ele não é vendido, isso é um custo para a empresa. Por outro lado, se você não tiver produtos suficientes está perdendo negócios”.

Se a sua empresa expandiu em tamanho, e é uma luta para gerenciar a sua cadeia de suprimentos, você deveria se fazer as seguintes perguntas, com comentários de todas as equipes relevantes:

  • Qual sistema ou solução precisamos para administrar o negócio?
  • Podemos fazer previsões precisas sobre a nossa cadeia de suprimentos e sobre o crescimento futuro?
  • Quais são os nossos requisitos comerciais hoje e no futuro?
  • Quais são os principais desafios comerciais que precisamos resolver?

As opções incluem software de contabilidade dedicado, enquanto as empresas maiores geralmente migrarão para ERP ou soluções de gerenciamento corporativo quando se torna aparente que esses desafios existem.

Ação: faça perguntas à sua empresa. Entender as suas necessidades e demandas vai ajudar você a escolher os sistemas corretos e que lhe permitirão trabalhar de forma mais eficiente.

Pilar 3: Processos

Ter a tecnologia certa não é o suficiente quando se trata de gerenciar a cadeia de suprimentos. Como um líder empresarial, você vai precisar definir planos em movimento para analisar como a sua empresa opera, fornecendo treinamento para todos os sistemas que já tenhamos mencionado. É fundamental acompanhar as demandas dos clientes e as mudanças do mercado.

Com o apoio da tecnologia e do seu analista, você estará em uma posição confortável para examinar as informações financeiras e os dados do inventário da sua empresa. As principais questões que você deve fazer incluem:

  • Qual é o custo dos seus processos e quanto tempo eles devem levar?
  • Quanto tempo leva para enviar os produtos para os clientes?
  • Qual é a produtividade geral da sua força de trabalho?

“Olhe para como as coisas estão mudando no seu negócio e valide suas percepções instintivas com números reais”, diz o Aberdeen Group. “O ponto pode ser priorizar partes individuais da organização das quais se deseja obter mais”.

Se você acha que esse processo impede a sua cadeia de suprimentos de ser eficiente e eficaz como deveria ser, certifique-se de que está fornecendo o treinamento correto para as suas equipes na linha de frente.

Ação: olhe para os processos da sua empresa. Certifique-se que os funcionários estejam trabalhando de forma produtiva e que a sua cadeia de suprimentos está funcionando como deveria estar.

Pilar 4: Execução

Se a sua estratégia de gerenciamento da cadeia de suprimentos estiver funcionando, então provavelmente você vai descobrir que os índices de satisfação dos consumidores estão aumentando, que os custos da cadeia de suprimentos estão diminuindo, que os funcionários estão usando os principais sistemas e processos, e que os lucros estão sendo maximizados ao longo de todo o negócio.

Entretanto, essa não é uma solução rápida – como um líder empresarial, você vai achar que está gastando muito do seu tempo trabalhando em como atingir os principais objetivos do seu negócio. Você também deve estar aberto para a possibilidade de falhar – e aprender com os erros.

A chave para a execução adequada e para a reunião de objetivos do negócio é tomar decisões baseadas em dados precisos relacionados à cadeia de suprimentos. Dados imprecisos podem levar a hipóteses que estão erradas.

“Se você toma decisões na cadeia de suprimentos com base em informações imprecisas, sobre os custos do produto ou as necessidades dos clientes, por exemplo, suas decisões podem reduzir ao invés de aumentar os lucros do negócio. Tome decisões baseadas em dados de confiança e reveja os resultados regularmente”.

Ação: tome decisões relacionadas à cadeia de suprimentos embasadas em dados precisos e reveja os resultados dessas decisões regularmente.

O futuro das cadeias de suprimentos

As novas tecnologias estão mudando a maneira como as empresas gerenciam as suas cadeias de suprimentos. A Internet das Coisas (IoT), por exemplo, pode permitir que os gerentes de empresas vejam e compreendam o que está acontecendo no “chão de fábrica” em tempo real.

Muddassir diz: “No passado, se eu quisesse fazer um estudo sobre o tempo que as pessoas do meu depósito demoram para pegar o estoque, eu teria que pedir a elas para preencher um formulário indicando quando elas começaram a pegar um produto e quando elas terminaram”. “Agora, você pode descobrir o tempo que elas levaram usando dispositivos como rastreadores conectados à internet e conectados a um sistema de gestão empresarial ou ERP. Essa tecnologia está se tornando mais utilizável e amplamente disponível”.

As cadeias de suprimentos podem representar uma proporção significativa de custos de muitas empresas. Uma estratégia eficaz no gerenciamento da cadeia de suprimentos permite às empresas responder às novas oportunidades de crescimento do mercado, ajudando-as a navegar a incerteza econômica, a volatilidade financeira, o impacto da globalização e o constante ritmo de mudanças.

Texto originalmente produzido por Asavin Wattanajantra para o blog Sage Advice

LEIA MAIS:

Compartilhe: