Como sobreviver à nova era tecnológica?

Elencamos cinco passos para manter a sua empresa competitiva mesmo em meio às mudanças tecnológicas que surgem todos os dias.

A velocidade e a intensidade de evolução tecnológica nas empresas nunca chegou a índices tão altos. Mudanças que antes demoravam cinco a dez anos para serem concluídas hoje podem muito bem transformar conceitos em projetos reais em poucos meses. Para as companhias, saber como sobreviver à nova era tecnológica muitas vezes pode ser tão importante quanto realizar um bom trabalho.

Como saber a hora certa de embarcar em uma nova onda? Até que ponto um diferencial tecnológico pode se tornar um investimento justificável? Listamos aqui cinco táticas usadas por grandes líderes do mundo dos negócios para facilitar o enfrentamento a essa verdadeira avalanche de novas ideias que surgem todos os dias:

1. Faça análises regulares

Uma solução que funciona bem hoje pode já não ser a mais interessante daqui a seis meses. Em um mundo em constante transformação, buscar o novo e questionar o atual são partes contínuas de um processo que deve ser internalizado em sua companhia. Substitua o “eu sempre fiz assim” por uma análise periódica que faça valer a sua tese.

Isso não é questionar, de forma alguma, o seu conhecimento. No entanto, ter a certeza de que você está caminhando na direção certa é fundamental. É melhor dar um passo atrás depois de ter percorrido três meses de um caminho incorreto do que um ano. As análises periódicas servem para esse propósito.

2. Incentive seus colaboradores a adotarem a mudança

Quando qualquer novidade surge em um campo de trabalho, é natural que os empregados se sintam inicialmente desprestigiados e questionem ou relutem em adotar as novas técnicas. Acima de tudo, muitas vezes pode ser o futuro do emprego deles que está em jogo, mas as coisas não precisam ser assim.

Na verdade, facilita muito mais a eles adotar as novidades se houver um treinamento adequado para isso. Isso porque, no fundo, o que as pessoas não querem é serem confrontadas com o novo pelo simples fato de isso poder demonstrar alguma fragilidade. Quando a abordagem é a de treinamento, no sentido de que todos possam aprender juntos a como tirar melhor proveito de uma tecnologia, as coisas mudam de figura.

3. Mantenha uma equipe de pesquisa e desenvolvimento

Você deve manter e incentivar em sua empresa uma equipe de pesquisa e desenvolvimento. Essa equipe deve ter liberdade para sugerir as mudanças que parecerem mais interessantes, ainda que isso signifique que sua companhia terá que mudar completamente o foco do negócio.

Quando a análise é precisa, não há razão para sentir pânico. Muitas vezes, quando uma empresa começa a sua derrocada, muitos dos funcionários sabem que isso está prestes a acontecer, mas por medo confrontar os superiores nada é dito. É como se todos fechassem os olhos para aquilo que está evidente, Mas uma hora a conta chegará e você precisa se preparar.

4. Controle a expectativa dos acionistas se comunicando de maneira transparente

Já diz o ditado que “o peixe morre pela boca”. Muitos executivos, na ânsia por fazer um bom papel diante dos seus superiores, optam por promessas que não podem cumprir ou não são claros em sua comunicação de forma a mostrar apenas um dos lados ou enfocar demais um ponto positivo.

O fato é que nenhum discurso sem argumento se sustenta por muito tempo. Ainda pior, nos tempos em que a tecnologia se torna cada vez mais presente, números tornam mais fácil questionar as projeções fora da realidade. Muitas vezes, o exagero é descoberto até mesmo em tempo real. Por isso, recomendamos que você opte pela transparência sempre: é a melhor maneira de ter a tecnologia sempre ao seu favor.

5. Reinvista o dinheiro ganho na tecnologia de amanhã

Não basta ser o melhor hoje, é preciso pensar em como ser o melhor amanhã. Pode ser que a tecnologia para que isso seja possível ainda nem exista e, se for esse o caso, alguém terá que investir para que ela seja criada. Por que não pode ser a sua empresa?

Muitas vezes, são as soluções mais simples as que trazem os melhores resultados. Tenha em mente que você sempre deve investir parte do seu lucro na busca por soluções de médio e longo prazo. Reinvista o que for possível para garantir que você possa ser o primeiro a ter as tecnologias que farão a diferença nos próximos anos.

LEIA MAIS:

Comentários
Compartilhe: