O que é capital aberto?

Capital aberto

Empresas de capital aberto são aquelas sociedades anônimas cujo capital é formado por ações, partes essas que são livremente negociadas no mercado. Empresas como o Banco do Brasil e a Petrobras, dentre outras, são alguns dos exemplos de companhias de capital aberto.

Quando alguém compra ações de uma empresa se torna proprietário de uma parte da companhia, recebendo dividendos sobre os lucros ou percebendo prejuízos quando as finanças da empresa não vão bem. Além disso, os acionistas respondem pelas dívidas assumidas pela companhia, além de poderem, eventualmente, ter direito à participação em reuniões, de acordo com o tipo de ação.

A negociação dessas ações é feita em locais como a Bolsa de Valores, como a brasileira BM & F Bovespa ou a norte-americana Nasdaq. As empresas que têm as suas ações negociadas em bolsas são geridas por um grupo restrito de sócios, em geral os acionistas majoritários (os detentores da maior parte das ações ordinárias de uma empresa).

Cabe aos acionistas majoritários de uma empresa de capital aberto alterar leis e modificar o estatuto de uma companhia, atuando diretamente em suas políticas gerenciais e na tomada de decisões. Além disso, cabe a eles a escolha dos membros do conselho de administração da empresa.

A diferença fundamental entre capital fechado e capital aberto é que na primeira o capital social representado pelas ações está normalmente dividido entre poucos acionistas e não é negociado em bolsa de valores. A pessoa física que quiser comprar essas ações terá que convencer um dos atuais acionistas a vendê-las para si.

Ambas, capital aberto ou capital fechado, estão disciplinadas pela lei das S/A, ou seja, Lei nº 6.404/1976 e alterações.

Compartilhe: