O que é deflação?

Deflação

Deflação é o processo inverso da inflação. Ou seja, falamos aqui de uma diminuição do índice de preços ao consumidor ou de uma queda de preços. Nesses casos, dizemos que o valor da inflação assumiu um valor negativo. É importante ainda não confundir deflação com desinflação. No caso da desinflação, os preços sobem, mas em ritmo lento.

Embora o combate à inflação seja uma constante, períodos prolongados de deflação também podem ser ruins para a economia. Uma das principais causas de deflações prolongadas é a recessão, ou seja, as crises econômicas. Nesses períodos, os consumidores compram menos e forçam as empresas a produzirem menos.

No Brasil, poucas vezes passamos por períodos de deflação, o que contribui ainda mais para que esse seja um conceito distante da nossa realidade. Esses cenários são mais comuns em países desenvolvidos. O crash da Bolsa de Nova York, nos Estados Unidos, em 1929, ocorreu como consequência de um período de deflação.

Na história recente do Brasil, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), registrou deflação pelo período de três meses – entre julho e setembro de 1998. Na época, houve uma desvalorização das commodities e diversas crises financeiras pelo mundo, que acabaram impactando a nossa economia.

Comentários
Compartilhe: