Evoluindo depressa? 5 razões para considerar uma fusão ou aquisição

No caminho certo para o crescimento este ano? Conheça alguns motivos pelos quais sua empresa deve considerar uma fusão ou aquisição

Existem várias maneiras de desenvolver uma empresa, mas as fusões e aquisições tornaram-se mais populares recentemente, pois as condições econômicas e tecnológicas mudaram a dinâmica dos negócios. Fusões e aquisições são agora uma estratégia de crescimento quando a escolha é adquirir novas capacidades e conjuntos de habilidades, especialmente quando falamos de empresas de serviços profissionais.

O que torna as fusões e aquisições tão populares? Para começar, elas são muito mais rápidas do que o crescimento orgânico. Elas são uma maneira ágil de uma empresa de serviços profissionais entrar em um novo mercado, adicionar novos serviços ou adquirir conhecimentos valiosos. Talvez uma oportunidade de negócio ou ameaça competitiva apareça repentinamente e exija uma ação rápida e decisiva. Seja qual for a causa, elas podem mudar fundamentalmente uma empresa e a sua posição no mercado da noite para o dia.

Então, que tipo de situações são mais adequadas para pensar em uma fusão ou aquisição como uma estratégia de crescimento? Aqui estão cinco exemplos comprovados de como as empresas podem usar uma fusão ou aquisição como uma ferramenta para crescer rapidamente e obter vantagens comerciais:

1. Adicione capacidades críticas ou categorias de clientes

Mudanças nas regulamentações do setor e tendências de negócios podem deixar uma empresa de serviços profissionais vulnerável a questões de conformidade regulatória, lacunas de habilidades ou mesmo a pontos fracos competitivos. Uma fusão ou aquisição estratégica pode resolver rapidamente esses desafios e agregar valor altamente visível à uma empresa de contabilidade.

2. Alterar seu modelo de plano de negócios

Considerando uma maneira diferente de gerar receita? Uma fusão ou aquisição permite que você alterne facilmente as mudanças, integrando uma empresa que já faz negócios dessa maneira e ajudando a evitar erros e atrasos dispendiosos devido à sua inexperiência.

3. Adicione conhecimentos valiosos e propriedade intelectual

Uma empresa de serviços profissionais é tão boa quanto o talento e a experiência que emprega. Nossos estudos indicaram que as empresas que demonstram experiência comprovada e liderança alcançam uma maior participação de mercado e lucratividade. Fusões e aquisições também são uma maneira eficaz de adquirir e proteger a valiosa propriedade intelectual, que se tornou a nova moeda dos negócios modernos.

4. Crie uma entidade comercial mais forte

Uma fusão estratégica de negócios bem concebida oferece uma oportunidade para criar um relacionamento sinérgico e que beneficiará ambas as organizações. Eles geralmente vêm de duas formas: custo e receita. A fusão certa pode resultar em oportunidades significativas de corte de custos e/ou de ganhar dinheiro, aproveitando a sobreposição de operações ou recursos e consolidando-os em uma única entidade.

A combinação de duas organizações pode reduzir a concorrência, abrir novos territórios, oferecer acesso a novos mercados, expandir as bases de clientes e oferecer oportunidades de vendas inéditas — aumentando potencialmente as receitas.

Da mesma forma, uma fusão estratégica pode reduzir efetivamente os custos, combinando instalações, forças de trabalho e unidades de negócios. Além disso, os custos podem ser reduzidos aumentando as negociações e o poder de compra, por meio de operações e orçamentos combinados.

5. Reduza os riscos

Se a sua empresa está considerando adicionar um novo serviço, há duas maneiras de fazer isso: por meio de desenvolvimento interno ou de aquisição externa. O primeiro método pode normalmente exigir mais tempo, dinheiro e recursos do que você está disposto a investir. Assim, após um período potencialmente longo de desenvolvimento e implementação, sua inexperiência com o novo serviço pode atrasar ainda mais as receitas, sem falar no impacto na lucratividade. O segundo modo, no entanto, se planejado adequadamente, fornecerá um valor imediato que inclui um novo serviço operacional instantâneo, além de uma base de clientes e um público-alvo integrados.

Então, uma fusão ou aquisição deve fazer parte de sua estratégia de crescimento? Isso depende especificamente da sua organização, dos seus objetivos e da dinâmica de mercado. Fusões e aquisições podem, sem dúvida, oferecer crescimento mais rápido e oportunidades de negócios do que um crescimento mais lento, mais estável e orgânico, mas toda estratégia apresenta um certo nível de risco para as empresas.

Também é importante ponderar as considerações de longo prazo, que entrarão em cena depois que a empolgação imediata e o alvoroço da fusão desaparecerem. Como a empresa resultante da fusão gerará crescimento orgânico? Que outras oportunidades existirão no caminho para a organização nova e melhorada? Há capacidade para aumentar as receitas e os lucros a longo prazo? Respondendo a essas perguntas práticas associadas a oportunidades potenciais de fusões e aquisições, você pode determinar se essa é a estratégia de crescimento correta para sua empresa.

Texto originalmente redigido por Lee Frederiksen para o blog Sage Advice

LEIA MAIS:

Comentários