Inbound Marketing: entenda como funciona o marketing de atração e como o colocar em prática

Atraia e conquiste clientes utilizando estratégias de marketing de conteúdo, SEO e redes sociais.

inbound-marketing

Atrair consumidores e aumentar o volume de vendas. Independentemente do tamanho de uma companhia, não há empresa que não tenham esses dois itens como seus objetivos. Porém, para tornar essas metas realidade, existem diversas estratégias possíveis.

Uma delas é o chamado Inbound Marketing ou marketing de atração. Trata-se de uma das principais estratégias de marketing digital utilizadas na atualidade e uma ferramenta compatível com os recursos de pequenas, médias e grandes empresas. Não importa o estágio em que está o seu negócio, há estratégias possíveis e viáveis para todas as realidades.

Inbound Marketing: o que é o marketing de atração

De forma resumida, podemos dizer que o Inbound Marketing nada mais é do que atrair clientes em potencial por meio de conteúdo relevante. A ideia aqui é construir um relacionamento saudável entre uma marca ou produto e seus possíveis consumidores.

Ao se tornar uma referência em um determinado assunto, os leitores ou espectadores passam a procurá-lo para saber mais sobre um tema. Dessa forma, você pode transformar as visitas ao seu site, sua página ou seus perfis em redes sociais em potenciais vendas. Nesse contexto, o conteúdo oferecido é uma contrapartida em troca da atenção dos consumidores.

Quais são as vantagens marketing de atração?

O Inbound Marketing é uma das técnicas que apresenta a melhor relação custo-benefício. No caso das pequenas e médias empresas, mesmo com pouco investimento é possível obter bons resultados, desde que você utilize estratégias corretas. O marketing de atração funciona tanto nas vendas para o consumidor final quanto na relação B2B.

Além de estabelecer um relacionamento mais próximo com os clientes, as ações de Inbound Marketing podem ser mensuradas em tempo real. Isso permite ao empresário ser cada vez mais assertivo na hora de alcançar o público-alvo, reduzindo os custos de divulgação, mas ao mesmo tempo aumentando as taxas de conversão.

Quais são as etapas do marketing de atração?

Você pode estar se perguntando: “comecei a minha empresa agora, será que o marketing de atração é para mim?” A resposta é “sim”. O que muda são as ferramentas que você utilizará nesse processo.

Enquanto empresas maiores podem contratar agências de marketing digital para fazer esse trabalho, os pequenos empresários podem se valer das redes sociais para alcançar um público maior sem precisar gastar muito. O processo operacional do Inbound Marketing pode ser dividido em quatro etapas:

Atrair

A regra de ouro do Inbound Marketing é atrair tráfego qualificado para os seus canais. Dica: se você está começando, redes sociais como Instagram e Facebook são o melhor caminho. Baseado nos interesses do seu público-alvo ofereça conteúdos que agreguem valor a experiência dos usuários. Por exemplo: uma loja produtos de beleza pode oferecer dicas de maquiagem.

Converter

Após atrair muitas pessoas, é hora de convertê-las em clientes. Nem todos os interessados clicarão em seus links, farão cadastros ou comprarão seus produtos, mas aqueles que forem além nesta jornada estarão mais próximos de se tornarem consumidores. Seguidores da sua página que curtem ou comentam seus posts estão muito mais propensos a comprarem do que aqueles que não interagem com seu conteúdo.

Se você tem um site ou blog, atraia os consumidores com conteúdo relevante e que possa ser encontrado por meio de mecanismos de busca. Técnicas de SEO (Otimização para Motores de Busca) são um bom caminho para começar. Você mesmo pode escrever textos informativos sobre seus produtos e serviços, ajudando o consumidor a tomar decisões.

Vender

Todo empresário planeja chegar a essa etapa do Inbound Marketing: quando o cliente, atraído pelo seu conteúdo e, após acompanhar suas ações por um tempo, decide comprar seu produto. É hora de avaliar quais consumidores podem receber um contato mais direto. Você e sua equipe de vendas podem selecionar esses leads e oferecer a eles propostas.

Relacionar/Analisar

Se você chegou à quarta etapa é sinal que as três primeiras deram certo. Seu conteúdo atraiu público e entre as pessoas interessadas algumas decidiram comprar seu produto. Se engana quem pensa que acabou por aí. É hora de analisar o que deu certo na transação para tentar repetir a dose.

Fidelizar consumidores é mais barato do que atrair novos clientes. No pós-venda, certifique-se de encantá-lo. Muitos ficarão tão encantados com o seu serviço que farão promoção gratuita do seu trabalho para os amigos.

Como fazer marketing de atração

Agora que você já sabe o que é e como funciona o Inbound Marketing, é hora de colocar em prática os seus conhecimentos e aprender como fazer marketing de atração. Existem muitas ferramentas de automação para disparo de e-mail marketing, mas aí já falamos de um certo investimento.

É possível começar com recursos de custo zero, como planilhas, por exemplo. Porém, lembre-se que isso tomará boa parte do seu tempo e a longo prazo pode se tornar inviável para o relacionamento com muitas pessoas. Para começar, redes sociais como Facebook e Instagram são o melhor caminho.

Como mensurar resultados de Inbound Marketing

Todas as ações realizadas devem ser mensuradas para que você possa avaliar se elas estão dando resultado ou não. Por exemplo: se você entrou em contato com 10 pessoas, sendo 5 homens e 5 mulheres, e apenas 2 mulheres compraram seu produto, esse pode ser um indicativo que talvez as mulheres estejam mais propensas a fazer negócios com você.

Conhecer o público-alvo é fundamental para se tornar mais assertivo na sua comunicação. Ao promover uma postagem no Facebook, por exemplo, atente-se para as formas de segmentação. Quanto mais preciso você conseguir ser, maiores são as chances de que os impactados pela sua mensagem se tornem clientes.

Comece hoje mesmo a atrair clientes com conteúdo

Existem muitas ações que você pode fazer para atrair clientes sem precisar gastar muito. Comece pelas redes sociais. Crie uma página no Facebook e utilize-a para postar conteúdos que tenham relação com o produto ou serviço que você vende. Não utilize o espaço apenas para tentar vender um item, agregue valor para quem recebe a informação.

Uma oficina mecânica pode mostrar dados que indicam que grande parte do número de acidentes que ocorrem nas estradas tem relação com a falta de revisão do veículo.

Atraia seu consumidor mostrando a importância da revisão e explique a ele a periodicidade e os itens que devem ser avaliados. Por fim, convide-o a conhecer a sua oficina para que você possa apresentar uma proposta de serviço.

Um bom relacionamento se constrói com o tempo. Ao oferecer conteúdo relevante para o consumidor em troca da atenção dele você se destaca perante os seus concorrentes.

Acredite, na hora que precisar, o consumidor terá seu nome na lembrança. Construa uma base sólida e se torne referência para atrair visitantes e transformá-los em clientes.

LEIA MAIS:

Emissão-de-Nota-Fiscal-Eletrônica

Fonte(s): Rock Content, Resultados Digitais e Hubspot.

Compartilhe: