5 dicas para líderes introvertidos terem sucesso nos negócios

Aprenda algumas técnicas que podem ajudar você a se soltar mais e fazer com que suas interações com outras pessoas sejam mais dinâmicas e produtivas.

Quando você pensa na figura de um líder, é bem provável que as características de uma pessoa introvertida não estejam entre as suas primeiras impressões. Contudo, diferente do que se pode imaginar, líderes introvertidos existem sim e eles são mais numerosos do que você imagina.

Se você tem características como essas, não desanime: de forma alguma isso significa que não há espaço para você em posições de liderança. No entanto, será preciso trabalhar outras competências de forma que elas possam suprir as supostas “carências” do perfil que se espera de um líder empresarial.

Neste artigo, separamos cinco dicas para você se desenvolver em posições de destaque e se tornar uma referência para os seus colegas mesmo que você não seja uma pessoa extrovertida:

1. Certifique-se de comunicar claramente as suas decisões

Um dos fatores mais importantes para um líder é que a sua comunicação com os demais colaboradores seja sempre clara e precisa. Muitas vezes, líderes introvertidos acabam falhando na hora de se comunicar simplesmente por não conseguirem apresentar as sua ideias de forma objetiva. Porém, existem maneiras de resolver esse problema.

Se você é uma pessoa introvertida, é bem provável que a comunicação oral não seja um dos seus melhores talentos, especialmente em falas de improviso. Por isso, será preciso planejar os seus comunicados, estudando a melhor forma de transmitir a informação e, principalmente, contando com o auxilio de algum colega que possa explicar o que entendeu da sua fala. Não se sinta pressionado a tomar decisões de imediato, prefira sempre um momento de reflexão.

2. Encontre um ambiente em que você possa render mais

Pessoas introvertidas geralmente não se sentem bem em ambientes de trabalho mais amplos, com muitas pessoas ao redor. Elas costumam render mais quando estão em um local que oferece maior privacidade, o que dá a elas espaço para reflexão e tranquilidade para a tomada de decisões.

Se esse é o se caso, não encare isso como um problema. Tudo o que você precisa fazer é encontrar o seu espaço dentro da companhia. Empresas de médio e grande porte costumam ter mais de um ambiente, de forma que você pode se deslocar pela sede para encontrar aquele cantinho que melhor se adequa ao que você espera de um local que estimule a sua produtividade. Trabalhar em um lugar no qual você se sinta deslocado pode se tornar um fardo.

3. Invista em reuniões individuais

Se uma mesa de reunião com muitas pessoas não lhe traz segurança, aposte em encontros individuais com os seus principais líderes. Além de você ter a oportunidade de fazer a conversa render muito mais, você perceberá que mesmo utilizando esse método seus contatos serão muito mais produtivos do que exaustivas reuniões em que todos têm a oportunidade de falar.

Obviamente, em muitos momentos as reuniões com mais pessoas serão inevitáveis, mas como você já teve um contato prévio com a maioria dos participantes, é bem provável que você já tenha acumulado uma boa dose de informação e esteja mais seguro para verbalizar as suas decisões. Prepare-se para se surpreender com a efetividade desse método.

4. Prepare-se para as reuniões

Falar de improviso é um dos maiores temores das pessoas introvertidas, mas mesmo os improvisos podem ser planejados. Se você está se dirigindo a uma reunião, é importante que você se prepare para ela. Elenque os pontos principais que podem ser abordados e crie uma espécie de roteiro, com ganchos de respostas para os principais temas.

Essa metodologia traz muitas vantagens. Uma delas é que você se tornará mais assertivo no que diz. Quando falamos algo de improviso, temos a tendência de ser mais prolixo e dar voltas até encontrar o jeito certo de dizer alguma coisa. O planejamento dá objetividade ao diálogo e faz com que você vá direto ao ponto de forma clara. Seus colegas vão se surpreender com a precisão dos seus comentários, e isso não será nenhum acaso.

5. Construa grupos estratégicos para debater suas decisões

O que devemos fazer quando não temos uma determinada característica bastante desejada? Duas coisas: procurar desenvolvê-la, se for possível, ou ter pessoas por perto que supram essas necessidades. É justamente por isso que criar pequenos grupos de discussão pode ser uma boa ideia.

Se você está prestes a fazer um comunicado, se reúna com pessoas que possam avaliar previamente aquilo que será dito. Elas poderão acrescentar suas impressões sobre o tema bem como apontar caminhos para tornar a sua fala mais dinâmica e objetiva. Com isso, você estará mais do que preparado para encarar grupos maiores e terá segurança com relação àquilo que será dito.

LEIA MAIS:

banner-sage-business

Comentários
Compartilhe: