7 maneiras de gerenciar o crescimento do seu negócio

Confira algumas dicas importantes para você manter sustentável e saudável o crescimento da sua empresa nos próximos anos.

Uma empresa em crescimento precisa ser apoiada por uma estratégia de negócios robusta e por mão-de-obra suficiente para se beneficiar desse crescimento. Sem isso, você pode acabar tornando sua companhia insustentável e não lucrativa.

Aqui estão sete ótimas dicas para gerenciar o crescimento dos negócios:

1. Entenda seu negócio

É vital entender quais são os seus valores como empresa. O que o diferencia da concorrência? Qual é o seu diferencial?

Passe algum tempo pensando sobre o que faz seu negócio funcionar e por que você é bom nisso. Isso ajudará você a decidir como deseja que a sua empresa cresça. Criar uma declaração de missão pode ser útil, já que ela vai definir os seus objetivos.

2. Defina metas realistas

Seja realista sobre o que você pode conseguir. Se você não tiver recursos ou suporte para realizar um grande contrato ou pedido, não o aceite. É melhor ser honesto com um novo cliente em potencial, em vez de aceitar o trabalho e fazer um trabalho ruim.

Defina metas mais inteligentes

Especificar: tenha um objetivo claro em mente. Não diga apenas: “quero aumentar as vendas e cortar custos”; seja claro sobre em quanto você deseja aumentar suas vendas e quais são as áreas onde você deseja reduzir os custos.

Mensurar: quando você tem uma meta, é importante quantificá-la. Quantas vendas você quer fazer? Quanto dinheiro você quer economizar com o corte de custos? Seja claro em seus objetivos.

Atingível: o objetivo é alcançável? Você tem as ferramentas para que isso aconteça e você já teve tempo suficiente para fazê-lo?

Realista: o seu objetivo é realista e relevante? Existe um mercado para isso? Ele corresponde à visão e aos valores da sua empresa?

Agendar: Defina um prazo específico para si mesmo. Trabalhe esse cronograma em seu plano de negócios e cumpra-o.

Avaliar: no final de cada trimestre, analise suas metas e pense em como você está progredindo em relação a uma meta financeira. Você pode fazer isso usando informações financeiras atualizadas juntamente com insights de negócios de sua equipe.

Refazer: depois de avaliar seu progresso, ajuste sua meta para o próximo trimestre, dobrando o que funciona e abandonando o que não funciona.

3. Conheça o seu mercado

Parte de qualquer estratégia de crescimento é entender o seu mercado. Faça pesquisas e veja como os seus clientes se comportam e o que eles querem. Lembre-se, as condições de negócios mudam constantemente, então faça isso continuamente. É útil fazer uma análise SWOT, na qual você avalia os pontos fortes e fracos da sua empresa e, em seguida, identificar as oportunidades que estão abertas para você e quaisquer ameaças que possam surgir. Isso ajudará você a estabelecer um nicho de mercado.

4. Recrute as pessoas certas

À medida que o seu negócio se expande, você precisa garantir que terá as pessoas certas ao seu redor para apoiá-lo. Quando se trata de contratação, não pense apenas em preencher uma lacuna de habilidades; a ideia é recrutar pessoas que se encaixam na cultura da sua empresa.

Então, uma vez que você tenha uma ótima equipe, trabalhe para reter essas pessoas, e assegure-se que seus funcionários se sintam valorizados e que seus papéis e responsabilidades permaneçam atuais e estimulantes.

5. Vá do gerenciamento micro para o macro

Para desenvolver uma empresa de forma eficaz, você precisa confiar nas pessoas ao seu redor. O crescimento pode estagnar se, como empresário ou gerente, você insiste em supervisionar cada pequeno detalhe. Permitir se afastar da corrida diária também dá chances para que você veja o quadro maior, concentrando-se no crescimento dos negócios e nas oportunidades de desenvolvimento.

Por outro lado, evite ser um líder ausente. Os funcionários gostam de se sentir valorizados por seus esforços. Então, dedique um tempo para se envolver com as pessoas e oferecer feedback — isso fará com que elas se sintam fortalecidas e aumentem sua produtividade.

6. Proteja a propriedade intelectual

Se você trabalhou duro para estabelecer uma marca ou um produto, a última coisa que você quer é que um concorrente copie — levando o crédito e o lucro pelo trabalho que você fez ou, ainda, desvalorize a sua marca. Tire um tempo para se familiarizar com os seus direitos de propriedade intelectual e certifique-se de registrar seu nome de produto e logotipo, e de patentear quaisquer novas invenções ou produtos. Se não tiver certeza, vale a pena falar com um profissional da área jurídica.

7. Monitore o seu fluxo de caixa

Uma empresa em rápido crescimento precisa de capital e isso significa manter rédeas curtas no seu fluxo de caixa. Uma boa gestão de fornecedores e controle de estoque são vitais — afinal, você quer liberar dinheiro para o crescimento e não tê-lo amarrado em dívidas pendentes ou em ações existentes. A previsão semanal também é essencial — mantenha um controle sobre o que está entrando e o que está saindo no seu negócio. Potenciais interessados estarão muito mais propensos a investir em sua empresa se você tiver um fluxo de caixa forte.

Texto originalmente escrito por Keir Thomas-Bryant para o blog Sage Advice

LEIA MAIS:

banner-sage-business

Comentários
Compartilhe: