5 mitos e verdades sobre implantar um ERP

Integrar todos os processos de uma empresa é a melhor maneira de criar fluxos eficientes de informação, mas alguns cuidados precisam ser levados em consideração.

Existem muitos mitos e verdades sobre implantar um ERP em uma empresa. Basta pesquisar no Google um pouco para encontrar visões contraditórias e muitas propostas que nem sempre condizem com a realidade de um software de Enterprise Resource Planning.

Pesquisar até encontrar a melhor opção para integrar todos os processos em sua empresa é fundamental. Porém, é preciso ficar atento a algumas armadilhas que podem surgir no meio do caminho, fazendo com que você tenha um visão deturpada da real utilidade de um sistema ERP.

Nesse artigo, listamos cinco mitos e verdades relacionados a esse assunto para que você possa tirar de uma vez por todas essas dúvidas da sua cabeça:

1. O armazenamento na nuvem não é seguro

Mito. Essa ideia até poderia ser verdade no passado, bem no início da computação na nuvem, mas hoje esse conceito não faz mais sentido algum. Há muitas ferramentas eficazes online que podem garantir o backup das suas informações ou recuperar sistemas inteiros em casos de falhas técnicas ou humanas.

Além disso, muitos serviços na nuvem permitem que pequenas e médias empresas tenham acesso a tecnologias de segurança que, individualmente, não teriam como pagar por elas. Isso faz com que o nível de confiabilidade das informações seja alto e os dados dos seus clientes não fiquem expostos a qualquer tipo de ataque externo.

2. Os funcionários podem se mostrar reticentes à mudança

Verdade. No entanto, essa ideia não diz respeito apenas ao sistemas de ERP, mas a toda e qualquer adaptação necessária em uma companhia. A adoção de um novo tipo de sistema implica, em um primeiro momento, em uma necessidade de reaprender a fazer tarefas simples, algo que nem todos estão dispostos.

Muitas vezes, o ritmo de início das atividades é mais lento e isso faz com que muitos não vislumbrem as possibilidades que podem obter em médio e longo prazo. Uma grande vantagem dos ERPs na nuvem é que muitas ferramentas são modulares e você não precisa mudar tudo de uma vez. Essa transição gradativa pode ser uma boa maneira de contar com o apoio das equipes mais resistentes.

3. A implantação do ERP é responsabilidade do pessoal de TI

Mito. Embora estejamos tratando da implantação de um software e o pessoal de TI tenha sim que participar ativamente do processo, eles não devem ser os únicos. Cada setor que será impactado pelos processos e terá acesso ao novo sistema precisa tomar parte nas decisões desde o primeiro momento.

Lembre-se que a ferramenta é um meio, não um fim. Por conta disso, seu principal objetivo deve ser o de facilitar a vida dos colaboradores. Sistemas complexos ou que tornem o trabalho mais burocrático sem necessidade, apenas para atender a necessidade de ter um ERP em funcionamento, não fazem sentido em nenhuma empresa.

4. Há redução de custos com implantação de um ERP

Verdade. Esse, aliás, é um dos principais motivos pelos quais os sistemas de ERP devem ser considerados pelos gestores. A redução de custo nos meses seguintes à implantação costuma ser bastante significativa. Há menos desperdício de matéria-prima, o tempo de trabalho é reduzido e o número de erros diminui.

Obviamente, como em todo novo processo, é preciso levar em consideração um tempo de adaptação ao sistema, mas em linhas gerais depois de 30 dias a empresa entra em um ritmo diferenciado que, em alguns segmentos, pode até se tornar um diferencial competitivo. Aumentando a produção e reduzindo os custos, sua empresa pode pensar em novas metas de lucratividade.

5. As decisões são tomadas de forma mais segura

Verdade. Informação é um dos ativos mais valiosos que uma empresa pode ter. Para um gestor ou para alguém em uma posição responsável por tomar decisões importantes, quanto mais informações estiverem disponíveis, maiores serão as chances de que a escolha em questão seja a mais correta.

Acesso a relatórios em tempo real e resumos de análises mais complexas de desempenho passam a ser acessíveis à distância de um clique. Ao ter mais subsídios para tomar decisões, as chances de ser mais assertivo em suas escolhas aumentam. Em resumo: você deixa de lado o achismo e passa a fazer apenas escolhas certeiras e muito bem embasadas.

LEIA MAIS:

Comentários
Compartilhe: