Antecipação de recebíveis: o que é e como fazer?

Entenda o que é antecipação de recebíveis e como usar esse mecanismo a seu favor na empresa para gerar um capital de giro maior em momentos de aperto nas finanças.

Nem todos os empresários sabem o que é antecipação de recebíveis, mas estar a par de como fazer isso pode garantir mais fôlego para a sua empresa nos momentos em que o capital de giro está escasso. Aliás, essa maneira de recebimento pode evitar até mesmo que a sua companhia precise recorrer a empréstimos.

A antecipação de recebíveis é uma das ferramentas mais importantes da gestão empresarial. Não há como pensar em planejamento em médio e longo prazo sem saber como contar com essa possibilidade para os seus negócios. Nesse artigo, vamos detalhar como esse processo funciona e de que maneira sua empresa pode se beneficiar.

O que é antecipação de recebíveis?

Traduzindo em uma linguagem simples, antecipação de recebíveis é o ato de receber valores com data futura antes do prazo previsto. A ideia é que você receba hoje valores que estão previstos para serem pagos daqui um mês, dois ou mais. A principal vantagem é que a sua empresa não faz um empréstimo para obter capital, mas sim se aproveita de um valor que é dela.

A antecipação de recebíveis é muito frequente em empresas de médio e grande porte, mas as pequenas também podem se aproveitar dessa possibilidade. Basta procurar uma instituição financeira e comprovar, por meio de duplicatas ou qualquer ou outros documentos, quais são os valores que sua companhia tem para receber nos próximos meses.

A instituição financeira avalia o montante a ser recebido e em cima disso avalia os riscos e depois atribui uma taxa de juros. Ou seja, se você tem R$ 100 mil a receber, por exemplo, possivelmente em uma negociação com o banco poderá antecipar R$ 90 mil – se levarmos em consideração uma taxa de 10%. Pode ser mais, pode ser menos, cada negociação é independente.

A principal vantagem é a de poder ter em mãos antes um dinheiro que seria seu no futuro. Os pagamentos dos credores, nesse caso, vão direto para a instituição financeira, quitando a sua “dívida”. Trata-se de um negócio que, a taxas justas, é benéfico para todos.

Qual a diferença entre antecipação e empréstimo?

Já mencionamos isso anteriormente, mas vale pena se aprofundar nesse tema. No caso de um empréstimo, o dinheiro que você recebe da instituição financeira não é seu. Por conta disso, o risco para o banco é maior e são necessárias mais garantias para que o empréstimo seja concluído. Isso tudo encarece o dinheiro, e faz com que as taxas de juros sejam mais altas.

Já no caso de uma antecipação de recebíveis, o dinheiro em questão já é seu, você apenas não o tem ainda em mãos. Sabendo disso, o banco “compra” os seus recebíveis, mas paga por eles um valor menor que o nominal. Esse valor mais baixo se refere ao custo do risco e da administração dos pagamentos. Em outras palavras, é possível conseguir melhores negócios nessa modalidade.

Empresas organizadas levam vantagem

Quando falamos de antecipação de recebíveis, o fator “risco” é o principal responsável pelo aumento ou pela diminuição do desconto sobre o que sua empresa tem a receber. Isso significa que empresas organizadas, com baixo índice de inadimplência, e com planejamento e projetos claros em médio e longo prazo acabam levando vantagem.

O controle do fluxo de caixa, por exemplo, é uma ótima maneira de demonstrar isso. Por essa razão, o uso de softwares financeiros se torna um recurso imprescindível. Com eles, é possível obter um diagnóstico mais claro e preciso de como estão as finanças, demonstrando de maneira mais realista as perspectivas do seu negócio.

Relatórios financeiros mensais e um bom histórico como cliente ajudam a tornar as coisas mais fáceis. Muitas empresas passam por momentos difíceis – e o mercado entende isso com naturalidade. O que não pode acontecer é a sua empresa se apoiar na antecipação de recebíveis como uma forma de “corrigir” os erros administrativos do dia a dia

LEIA MAIS:

Software de gest„o empresarial

Comentários
Compartilhe: