O que é contabilidade ambiental?

Você sabia que as ações da empresa que afetem o meio ambiente também precisam de registro? Entenda quais são as características dessa área contábil.

contabilidade ambiental em alta

Você sabe o que é contabilidade ambiental? O termo tem se tornado cada vez mais frequente, à medida em que a sociedade, as empresas e os governos se conscientizam da condição de limitação e desgaste dos recursos naturais e das consequências negativas do desenvolvimento despreocupado com o meio ambiente.

A contabilidade ambiental surge em meio a esse cenário como uma força extra entre outras inúmeras iniciativas que caracterizam um amadurecimento desse tipo de reflexão. Trata-se do ramo da contabilidade em que são registrados e controlados dados correspondentes a ações da empresa que afetam o meio ambiente. Esse relatório funciona como um registro do patrimônio ambiental, apontando monetariamente os benefícios, prejuízos e resultados da exploração do meio ambiente.

Os profissionais e escritórios de contabilidade podem atuar nesse ramo de atividade propondo modelos para as empresas, de modo a incentivar a implementação de gestões mais voltadas ao aspecto ambiental, apresentando métodos ou sistemas para a contabilização das ações. É possível ainda atuar gerindo e disponibilizando informação monetária sobre as condições ambientais que afetam a situação patrimonial da empresa.

Componentes da contabilidade ambiental

Antes de adotar a contabilidade ambiental, é preciso conhecer alguns conceitos. Eles são fundamentais para que possamos nos aprofundar no assunto e entendê-los é essencial para que você possa tomar as melhores decisões como empresário – ou prestar uma orientação precisa enquanto profissional de contabilidade consultor de uma empresa.

  • Despesas ambientais: serão aquelas utilizadas para o gerenciamento ambiental e que forem consumidas pela área administrativa da empresa.
  • Custos ambientais: são aqueles relacionados direta ou indiretamente com a proteção ao meio ambiente, como tratamento de poluentes e resíduos, recuperação de áreas contaminadas, entre outros.
  • Perdas ambientais: são aquelas que não proporcionarão benefício para a empresa, ou seja, serão gastos utilizados para cobrir acidentes ou questões imprevistas relacionadas ao meio ambiente.
  • Receitas ambientais: são aquelas ligadas à prestação de serviços envolvidos com a área de gestão ambiental, bem como venda de produtos reciclados ou ainda redução de consumo de água ou energia.
  • Ativos ambientais: são representados por bens e direitos que possuam capacidade de geração de benefício futuro e que estão ligados à preservação ambiental.
  • Passivos ambientais: são aqueles valores que serão sacrificados pela empresa para preservar ou proteger o meio ambiente, decorrentes de ações planejadas ou ainda de condutas inadequadas da empresa.


Necessidades que a contabilidade ambiental pode suprir

O foco da contabilidade ambiental está na sustentabilidade, na responsabilidade social e no relacionamento com a comunidade. Atualmente, já não podem prevalecer apenas os interesses financeiros da organização, pois a manutenção de uma empresa no mercado depende também do equilíbrio que ela conseguir estabelecer entre as próprias motivações econômicas, os interesses da administração pública e o entorno comunitário.

O escritório de contabilidade deve estar presente nesse novo direcionamento assumido pelas empresas, coordenando com igualdade de importância as informações contábeis relativas às ações ambientais e deixando evidentes os benefícios dos quais podem usufruir a partir dessa iniciativa.

Além disso, a responsabilidade social tornou-se pré-requisito às entidades, tanto do ponto de vista das exigências legais, quanto do mercado e da concorrência. Isso amplia as oportunidades de atuação das assessorias contábeis, criando uma demanda profissional que deve suprir as necessidades das empresas em desenvolver e gerir sua contabilidade ambiental.

As vantagens da contabilidade ambiental

A contabilidade ambiental apresentará importantes informações sobre mutações patrimoniais envolvendo questões ambientais, tanto para usuários internos, que são os sócios e gerentes em sua maioria, quanto para usuários externos, representados pela sociedade em geral, fornecedores e outros credores da empresa. Algumas das suas principais vantagens para a empresa são:

  • Com o auxílio da contabilidade ambiental pode existir a correta aferição de consumo de recursos, como água e eletricidade, e podem ser feitos estudos de diminuição dos custos;
  • Geração de informações e demonstrações que apresentarão a eficácia e a viabilidade de alguma ação ambiental pretendida, ou seja, mostrará se vale a pena ou não fazer determinada ação;
  • Auxílio na identificação de custos ambientais, permitindo que os investimentos sejam feitos de acordo com os custos e benefícios adequados;
  • Publicação do Balanço Ambiental, o qual demonstra uma maior transparência em sua gestão e isso faz com que exista uma melhoria da imagem da empresa junto ao público;
  • Continuidade das ações ambientais com a utilização dos dados contábeis obtidos. Isso fará com que todos sejam beneficiados, uma vez que a empresa poderá, gradativamente, reduzir o seu impacto no meio ambiente.

Nota-se que a contabilidade ambiental, focando principalmente no desenvolvimento sustentável, tem sido cada vez mais incentivada tanto pela sociedade quanto do ponto de vista legal, buscando, ao mesmo tempo, a minimização de impactos ambientais e a redução dos custos por meio de ações corretivas e preventivas.

As possibilidades da contabilidade ambiental

Concretamente, seu papel é determinante para diversas situações. Entre elas, podemos destacar as seguintes:

  • Controle de estoques de insumos antipoluentes;
  • Gestão dos investimentos em tecnologias antipoluentes;
  • Controle financeiro das iniciativas de recuperação de áreas degradadas;
  • Gestão de pagamentos de multas em decorrência de eventuais irregularidades;
  • Planejamento financeiro para previsíveis perdas patrimoniais em função de eventos de cunho ambiental;
  • Controle de custos e despesas gerados por ações de contenção da poluição.

O desempenho e a própria existência da contabilidade ambiental no interior das empresas tornam evidente o compromisso de cada organização com o meio ambiente, deixando claro também o interesse das corporações em promover iniciativas para amenizar o impacto de suas ações e, dessa forma, comprometer-se socialmente.

Cabe à assessoria contábil acompanhar as mudanças que geram novas necessidades para as empresas — o que, nesse caso, equivale a colaborar para a implementação do fator ambiental à gestão administrativa e contábil das organizações.

O passivo ambiental

O passivo ambiental corresponde ao saldo das obrigações devidas pela empresa e tem significativa importância para a avaliação das condições de continuidade e equilíbrio do negócio. Ele desdobra, inclusive, implicações nas negociações de compra e venda das corporações, pois os custos ou dividendos decorrentes da responsabilidade ambiental afetam visivelmente a situação econômica e se tornam determinantes na percepção sobre a rentabilidade de uma transação.

Em uma venda, o passivo ambiental passa a ser uma responsabilidade que é passada adiante. É uma informação que contribui para avaliar a relação de custo-benefício inerente à compra de uma empresa.

A avaliação do passivo ambiental pode ser desempenhada pelo escritório de contabilidade, verificando estar de acordo com a evolução das normas contábeis, questões de transparências das informações e avaliando o peso que esse tipo de passivo representa para a instituição.

A contabilidade ambiental como diferencial comercial

É cada vez maior o número de consumidores que levam em consideração as decisões ambientais de uma empresa e o seu consequente envolvimento com a sociedade na hora de comprar um produto. Empresas que sabem capitalizar essa preocupação com o meio ambiente, portanto, podem ter benefícios comerciais diretos decorrentes dessa política, como melhorias na percepção de marca, publicidade espontânea e defesa dos consumidores nas redes sociais.

O caso da empresa brasileira Natura é um grande exemplo nesse sentido. A companhia fez uma análise aprofundada de todas as fases da sua cadeia produtiva, visando melhor compreender os impactos ambientais em cada uma das etapas. A transparência com a qual tratou o assunto, revelando ao consumidor detalhes sobre esses processos, foi vista como positiva pela sociedade.

Na ocasião, a contabilidade ambiental apurou uma estimativa de R$ 132 milhões de impacto financeiro, além de R$ 77 milhões de saldo positivo obtido a partir de projetos de compensação. Esse é apenas um pequeno exemplo de como a contabilidade ambiental pode impactar positivamente na empresa, não apenas de forma direta, mas também contribuindo para que ela possa economizar em seus processos ou mesmo tenha as suas preocupações reconhecidas pela sociedade.

Importância do reconhecimento das responsabilidades ambientais

A contabilidade, enquanto fonte de registro e ferramenta fundamental de cálculo, é uma essencial aliada das empresas que procuram desenvolver ações na vertente ambiental. Reconhecer suas responsabilidades diante da coletividade soma às empresas vantagens concretas relacionadas à construção de sua imagem no mercado, podendo inclusive alcançar tarifas de juros menores para a captação de recursos e melhores oportunidades de negócios.

Os escritórios contábeis devem estar preparados para lidar com as transformações movimentadas pela contabilidade ambiental, aptos a atender às necessidades de desenvolvimento das empresas nesse campo, que a cada dia mostra-se mais presente na escala de importância das organizações de um modo geral. Afinal, embora a contabilidade não possa apresentar uma solução definitiva, é parte significativa que colabora para a resolução do problema do meio ambiente.

E aí, a sua empresa está preparada para assumir responsabilidades sociais ambientais também do ponto de vista contábil? Conte para a gente a sua experiência, do ponto de vista de gestão ou de escritórios contábeis, e ajude a fomentar esse importante debate.

LEIA MAIS:

ctas_sage7

Comentários
Compartilhe: