O que é tecnologia cloud e como ela funciona?

Entenda como essa tecnologia está revolucionando a maneira de gerenciar empresas e saiba como tirar proveito disso.

Entre as muitas tendências criadas pela indústria ano após ano, uma que certamente veio para ficar – e já há um bom tempo – é a cloud computing, ou computação na nuvem. Por essa razão, para qualquer empresário, saber o que é e como funciona a tecnologia cloud é essencial.

Se você utiliza serviços simples como o Gmail, por exemplo, já desfruta de serviços na nuvem mesmo que não saiba disso. As mudanças, no entanto, impactaram também na maneira como as empresas de softwares comercializam os seus serviços. O chamado software as a service (SaaS) se tornou uma tendência, reduzindo custos operacionais e aumentando a disponibilidade de tecnologia para pequenas e médias empresas.

Como funciona a tecnologia cloud?

Podemos explicar cloud computing da forma mais simples possível como um serviço de armazenamento e disponibilização de informações online. Em outras palavras, isso significa que você não precisa mais de um servidor físico para guardar os seus dados. Isso porque todas as informações podem ser enviadas pela internet para um servidor “virtual” – e de lá podem ser acessadas a partir de qualquer lugar.

Além de armazenar arquivos sem que você precise de um servidor físico para isso, a tecnologia cloud permite que sua capacidade de armazenamento seja estendida sempre que for necessário, não estabelecendo um limite para seus servidores. O método é totalmente seguro e você não corre o risco, por exemplo, de perder todos os seus arquivos caso pegue um vírus no computador.

Outra forma fácil de entender como funciona a tecnologia cloud é pensar no sistema de e-mail. Por estar na nuvem, ele pode ser acessado a qualquer hora e lugar, bastando apenas uma conexão com a internet. Todavia, os serviços em cloud não se restringem apenas ao e-mail e abrangem uma variedade de recursos, inclusive para atender à demanda das empresas.

Software como serviço: uma mudança de paradigma

Para a contabilidade, a tecnologia cloud pode agregar muito, pois facilita a comunicação com o cliente e o recebimento e envio de documentos de forma prática e segura. Pense na maneira como você adquiria licenças de software no passado. Em geral, essas licenças eram caras e limitadas a poucas máquinas. Além disso, de tempos em tempos era preciso comprar uma nova versão.

Embora o SaaS tenha se consolidado na última década, especialmente com os avanços na infraestrutura e na velocidade de conexão à internet, os primeiros experimentos nesse sentido remontam à década de 90, com as chamadas ASP (Application Service Provider).

A ideia do software como serviço mudou a maneira como as empresas se relacionam com a tecnologia. Hoje, não é mais necessário adquirir licenças ou ter um hardware robusto para rodar softwares complexos. Basta fazer a assinatura de um serviço, com pagamento mensal mais acessível, e utilizar qualquer dispositivo – o que inclui tablets e smartphones – para acessar as informações online.

Em termos de praticidade, todos ganham: as empresas têm acesso imediato às suas informações, a partir de qualquer lugar, a um custo operacional menor. Reduzem-se também os custos de mão de obra e manutenção. Do ponto de vista dos clientes, sistemas automatizados online tendem a resultar em serviços mais ágeis e dinâmicos. Se isso não fosse bom o suficiente, há também a questão da escalabilidade.

Para empresas de pequeno e médio porte, investimentos iniciais em tecnologia podem comprometer uma boa parte dos investimentos, reduzindo o capital de giro. Ao utilizar serviços e softwares que operam na nuvem, o valor a ser gasto inicialmente cai consideravelmente, além de ser possível adquirir mais espaço de armazenamento ou capacidade de processamento sob demanda.

Segurança e confiabilidade acima da média

Ok, a essa altura você já compreendeu o que é cloud computing e quais são os benefícios que ela traz para o mundo empresarial. Entretanto, um dos questionamentos que muitos gestores fazem diz respeito à segurança das informações. Afinal, transacionar dados sensíveis online não é perigoso? Não corro o risco de ser interceptado por pessoas mal-intencionadas e acabar expondo os meus clientes?

Pois saiba que hoje em dia os riscos são muito reduzidos. Isso porque, ao usar serviços online, você compartilha de soluções de segurança e proteção de dados de altíssimo nível, ferramentas as quais certamente sua empresa não teria acesso em razão do alto custo de aquisição individual. Contudo, como os servidores agregam informações de diversas empresas em um só lugar, esse custo é diluído, permitindo que mais empresas compartilhem soluções de alta tecnologia.

Além disso, mesmo as suas informações podem ser armazenadas em níveis hierárquicos de prioridade. Dados mais sensíveis podem ser acessados de forma mais restrita, por um número menor de pessoas ou mediante a confirmação de algumas etapas de segurança. Tudo isso para que você não precise se preocupar e possa focar seus esforços no núcleo do seu negócio.


Cloud computing: muitos benefícios em um só serviço

Como você pôde perceber, são inúmeros os benefícios que os sistemas baseados em cloud computing trazem. A redução de custo é um dos principais chamarizes, mas na mesma esteira vêm ainda os ganhos em velocidade na execução de tarefas, além do aumento na produtividade e das melhorias em desempenho.

Para empresas que pretendem atuar em escala global, não há como fugir dessa tendência. Mais do que um diferencial competitivo, hoje é cada vez mais necessário fazer com que o seu negócio esteja integrado à nuvem. Mesmo os sistemas de emissão de nota fiscal hoje já estão funcionando sob um sistema que envia informações em tempo real para a Receita Federal. Tudo está conectado para proporcionar maior agilidade para todas as partes envolvidas.

Que tal investir em uma ferramenta cloud que vai ajudar você a automatizar seu escritório? Conheça o Sage Relacionamento. Com ele, você automatiza a gestão do seu escritório, otimiza recursos e ganha tempo para atuar junto ao cliente como ele mais precisa.

LEIA MAIS:

relacionamento-contabil-plataforma-sage

Comentários
Compartilhe: