Qual a diferença entre estratégia e tática? Como aplicar o conceito para Micro e Pequenas Empresas

Entenda porque saber diferenciar esses dois conceitos podem ser fundamentais para o desenvolvimento do seu negócio já no curto prazo!

Em teoria, todo mundo sabe qual a diferença entre estratégia e tática. Aliás, muitas vezes essas palavras são empregadas como sinônimos, o que é perfeitamente cabível em muitas ocasiões. Entretanto, na prática, apontar qual é a diferença entre estratégia e tática é uma tarefa que pode fazer com que algumas pessoas tenham que pensar bastante – e ainda assim não cheguem a nenhuma conclusão.

A diferença é sútil em termos de definição, mas conhecer o real significado de cada uma dessas palavras vai ajudar você a guiar a sua empresa de forma mais segura e eficiente. Ambas são igualmente importantes, mas sua aplicabilidade varia em cada contexto. Vamos passear um pouco pela história para entender como os conceitos estão diretamente ligados entre si.

Estratégia: um meio de se guiar pelo bom caminho

Para quem estuda Administração, existem várias definições clássicas de estratégia que podem ser aplicadas ao mundo dos negócios. Vamos nos ater a duas delas. Para o teórico organizacional Konichi Omae, estratégia são “as medidas que visem diretamente modificar o poderio de uma organização em relação à concorrência”.

Já o economista Herbert Simon defende que estratégia é “o conjunto de decisões que determinam o comportamento a ser exigido em um determinado espaço de tempo”. Buscando as origens etimológicas da palavra vamos parar na arte militar, onde estratégia nada mais é do que “a arte e a ciência de conduzir um exército por um caminho”.

Ao observar todas essas teorias e definições podemos chegar à primeira conclusão: a estratégia funciona como se fosse um guia, é o resultado do seu planejamento. Quem traça uma estratégia está seguro com relação à sua posição atual e vê uma trajetória clara para se chegar a outra posição. É a estratégia que vai definir onde você quer chegar e qual será o caminho escolhido para ir do ponto atual ao ponto futuro.

Tática: o passo a passo para chegar ao ponto futuro

Se a estratégia aponta qual caminho escolher e onde você quer chegar a tática é quem vai indicar os meios necessários para que essa trajetória seja possível. Vamos a mais duas definições para tornar as coisas mais claras. Para o enxadrista russo Savielly Tartakower, “tática é saber o que fazer quando há o que fazer”. Bem direto, não é mesmo?

Se formos dar uma olhada no dicionário Houaiss, a palavra tática estará descrita em uma de suas acepções como “método ou habilidade para sair-se bem em empreendimentos, disputas, situações de vida, relativo a arranjo, organização, alinhamento ou manobra hábil”. Em outras palavras, a tática é um aspecto prático da estratégia, o plano de ação, é o como as coisas serão feitas.

Por que é importante saber esses conceitos?

Uma das razões pela qual muitas empresas não obtêm sucesso é a falta de planejamento. Muitos iniciam um negócio sem saber ao certo onde querem chegar ou como vão fazer para torná-lo sustentável. Muitas vezes até temos uma tática em curso, ou seja, há ação efetiva, mas sem um planejamento estratégico embasando-a dificilmente essas ações isoladas conduzirão a empresa a algum lugar.

Traduzindo para uma linguagem ainda mais simples, a estratégia são as metas que a organização pretende alcançar em longo prazo, enquanto as táticas são aquelas minimetas a serem cumpridas no curto e médio prazo. Uma boa estratégia sem uma tática adequada não nos leva a lugar nenhum. Táticas mal executadas (ou não executadas) também comprometem uma estratégia.

Ou seja, é preciso pensar no todo, no sonho grande, mas é preciso também ser realista e definir quais serão as táticas utilizadas para fazer com que a sua empresa caminhe em direção ao objetivo maior. Em linhas gerais, a estratégia é definida pelos altos executivos, enquanto as táticas podem ser aplicadas pelos gerentes desde que, é claro, sejam compatíveis com as metas macro de uma companhia.

LEIA MAIS:

Software de gest„o empresarial

Comentários